sábado, 31 de dezembro de 2011

Bom humor: afinal hoje é sábado



Do lado bem humorado do filósofo do Areal, em semana de muito produto lácteo, saiu uma sátira dos mandamentos do “fisiologista carguista”. Curta, sem stress, afinal o conceito de fisiologista e oportunista político do filósofo, por óbvio, não é necessariamente o mesmo do leitor.

A) Quando sabemos que estamos certos? Quando estamos agarrados a teta;
B) É melhor você nunca tentar, do que correr o risco de perder a teta;
C) Não importa o quanto você deixou de conquistar, com a teta você pode mais;
D) A satisfação de servir sempre será menor que a teta;
E) Isso tudo que se discuti é quinquilharias. O importante é a teta;
F) Se meu chefe for eleito, a vaca não vai para o brejo e eu garanto a teta;
G) Para mudar de atitude não precisa largar a teta;
H) Primeiro a teta depois a atitude;
I) Entre duas pessoas o que faz a diferença é o tamanho da teta;
J) Não me preparei na vida para ficar sem a teta;
L) Eu sei o que é ficar fora da fila, porque em mais de dez anos já fiquei longos quatro meses sem a teta;
M) Não é suficiente falar sobre a teta. É preciso acreditar nela. E não basta somente acreditar nela. É preciso bajular para alcançá-la;
N) Shalom amigos, a teta é o caminho e a hipocrisia é a fonte para o sucesso.

Investimento ZERO para o carvão até 2020

O Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, assinou, na terça-feira, 27,  a portaria n° 689 que aprova o Plano Decenal de Expansão de Energia 2020 - PDE 2020. A medida, publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.), possui uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos no período decenal.


 O PDE 2020 define ainda um cenário de referência para implementação de novas instalações na infraestrutura de oferta de energia, que são necessárias para o atendimento aos requisitos de carga, segundo critérios de garantia de suprimento estabelecidos pelo Conselho Nacional de Política Energética.


Neste horizonte decenal, o montante global de investimentos em oferta de energia elétrica será da ordem de R$ 236 bilhões, sendo destes nenhum centavo em carvão.


Nos próximos 10 anos, a produção de petróleo e gás natural será expandida de forma acentuada, aumentando 196,5% e 197,1% respectivamente. O país deverá contar com a adição de 450 km de gasodutos à rede existente. Os investimentos em exploração, produção e oferta de petróleo e gás natural serão da ordem de R$ 686 bilhões no período. 


A demanda de biocombustíveis líquidos também se destaca com crescimento médio anual de 9,6% para o etanol e 4,7% para o biodiesel.


O relatório coordenado pelo Secretário de Planejamento e Desenvolvimento
Energético, Altino Ventura Filho e Mauricio Tiomno Tolmasquim, presidente da EPE diz que a principal diretriz deste Plano é a priorização da participação das fontes renováveis de energia para atender ao crescimento do consumo de energia elétrica no horizonte decenal.


Um dos gráficos traz um dado que mostra a realidade da geração térmica a base de carvão estagnada 3.205Mw até 2020. Ou seja, a previsão dos investimentos em carvão mineral é ZERO.






O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou ainda no Diário Oficial da União (D.O.U.), do dia 28 de dezembro de 2011, a Portaria nº 688 que define a data do Leilão de Contratação de Energia Proveniente de Novos Empreendimentos, “Leilão A-5”, para o dia 26 de abril de 2012. 


DETALHE: Trata exclusivamente de empreendimentos de geração hidrelétrica.


Para Maurício Tolmasquim a construção de novas usinas térmicas a carvão é considerada uma "questão polêmica". Segundo ele, as térmicas a gás natural vão ser priorizadas e "a energia elétrica a partir de térmicas a óleo não vai mais ser contratada no Brasil". A afirmação foi durante a apresentação do Plano Decenal de Expansão de Energia até 2020 (PDE 2020), realizada na sede da EPE, no Rio de Janeiro.


No Ceará, duas térmicas são baseadas no uso do carvão: a UTE Pecém I, parceria do grupo português EDP com a MPX, de Eike Batista deve entrar em operação ainda neste ano; e a UTE Energia Pecém II, empreendimento da MPX, está com 84% do desenvolvimento concluídos. 


Afirmou ainda que o assunto das térmicas a carvão, agora, vão "ser uma decisão de governo". Segundo ele, é um assunto que precisa ser debatido, já que o Brasil tem uma situação "excepcional" em termos de ofertas de energia a partir de fontes renováveis, como a hidrelétrica, a eólica e a biomassa. "E, agora, apareceu o gás do pré-sal, que, das fontes fósseis, é a mais limpa, enquanto o carvão é a que mais emite CO2", explicou. "Nessas circunstâncias, temos que ver qual é a prioridade para o carvão", afirmou.

Justiça aceita filiações do PDT de Candiota

A Justiça Eleitoral do RS aceitou as filiações do PDT de Candiota, não lançadas na lista oficial, antes do dia 14 de outubro/2011, pelo sistema Filiaweb, com exceção de quatro, sub Judice, por duplas filiações, como se depreende das certidões emitidas pela internet, no sítio oficial do TSE.

Nos argumentos do pedido do Partido, a executiva municipal alegou que, a partir da introdução do sistema Filiaweb, não havia submetido mais nenhuma filiação na relação oficial, se limitando ao lançamento de novos filiados na relação interna.

Argüiu ainda, em suas razões, o prejuízo pessoal dos novos filiados e o “lapso do partido” que não lançou os seus nomes devidamente.

Essas novas filiações, questionáveis por não terem sido lançadas no prazo e, caso não fossem aceitas, poderiam atrapalhar os planos eleitorais do Partido.

O PDT já definiu apoio ao PT do atual prefeito Folador, e como não vai fazer parte da chapa majoritária, vão concentrar esforços na eleição para vereador, passando os novos filiados a ser uma esperança de sobrevivência do partido.

Frases da Semana

“Governo sem oposição não pode ser considerado democrático. Os partidos que embarcam no governo somente após a eleição estão contribuindo para acabar com a democracia. É inaceitável a submissão de alguns partidos, que dão sustentação ao governo em troca de cargos a seus filiados. Em nome da democracia, ainda é tempo de que a oposição, de forma responsável, se preocupe com o futuro da população”
Julimar Paulo Crescente, no jornal ZH de 28/12/2011, página 2.


“A nota oficial do Partido Comunista do Brasil (PC do B) elogiando o ditador coreano como defensor da paz entre os povos é um deboche. Só a passagem do poder de pai para filho e neto, numa mistura de ditadura com monarquia em pleno século 21, dá uma idéia do que é democracia para o PC do B.”
Roque Carlos Ritter, no jornal ZH de 28/12/2011, página 2.


“O empreendimento também trará renda extra para a cidade, além de resolver o problema dos resíduos do próprio município”
Luiz Carlos Folador, prefeito de Candiota, no jornal ZH de 28/12/2010, página 43, sobre o aterro sanitário da metade sul.


“A primeira imprensão que se tem de um governante e de sua inteligência é dada pelos homens que o cercam.”
Nicolau Maquiavel, em postagem do TC7.


“Desejo à todos os leitores do TC7 um 2012 repleto de saúde, paz e esperança, e faço um pedido. Nunca deixem de buscar informações, pois só o conhecimento traz mudanças positivas.”
Filósofo do Areal,  colaborador do TC7.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Prefeitura de Candiota fará ponto facultativo dia 2 de janeiro

Em virtude das comemorações de Ano Novo e a passagem do Dia da Confraternização Universal – em 1º de janeiro –, a Prefeitura de Candiota fará ponto facultativo no dia 2 de janeiro. O estabelecimento da medida foi confirmado nesta semana, através do Decreto Municipal nº 3064 – assinado pelo prefeito municipal, Luiz Carlos Folador.

Conforme o documento serão mantidos, de forma regular, os serviços essenciais. A compensação das respectivas horas trabalhadas dos servidores municipais será efetivada através da prorrogação da jornada de trabalho nos dias 3, 4, 5, 6, 9 e 10 de janeiro. Nestas datas, será acrescida uma hora diária no expediente, mais 36 minutos no dia 11.

Brincando nas Férias

Nos meses de janeiro e fevereiro, a Secretaria de Educação de Candiota desenvolve nova edição do projeto Brincando nas Férias. Implantada no município em 2009, a iniciativa visa propiciar atividades para crianças de seis a 12 anos de idade durante o período de recesso escolar.

De acordo com o secretário, João Roberto da Costa, a proposta é garantir uma ocupação saudável para os jovens durante as férias. “Nos primeiros anos, realizamos ações na localidade de Seival. Neste ano, vamos estender o projeto para praticamente todas as localidades do município”, ressaltou.

As atividades do projeto têm previsão de realização durante o período de 5 de janeiro até 10 de fevereiro. Para tanto, será proporcionado um espaço adequado para o desenvolvimento de atividades recreativas, culturais e esportivas – de forma orientada.
Inscrições 

Os interessados em participar da iniciativa devem efetuar matrícula, no dia 4 de janeiro, às 10 horas, nos seguintes locais: Centro de Reabilitação e Apoio da Vila Operária; na Escola Neli Betemps, no bairro João Emílio; Ginásio Municipal de Dario Lassance; Escola Pingo de Gente, na Vila Residencial; e Escola Santa Izabel, no Assentamento São Miguel.

Legislativo aprova projetos de incentivo à política habitacional

A Câmara de Vereadores de Candiota aprovou, na sessão de terça-feira, dia 27, os projetos de Lei Municipal nº 097 e nº 098 de 2011. Ambas as medidas visam estimular a concretização de programas habitacionais populares junto ao município.

A LM 097 institui o programa habitacional de interesse social “Candiota Viver Melhor”, o qual busca viabilizar a construção do maior número possível de habitações populares, no âmbito do município, dentro da proposta federal Minha Casa, Minha Vida.

Por sua vez, a LM 098 concede isenção tributária para a implantação do Programa de Arrendamento Residencial no município.

Ação apreende animais soltos em via pública de Candiota

Na manhã de quarta-feira, dia 28, uma ação conjunta entre a Prefeitura de Candiota e a Brigada Militar apreendeu duas vacas soltas em via pública. O processo consiste na primeira apreensão executada pelo serviço de recolhimento de animais, implantado no município neste ano.

Como relata o coordenador do setor, Luis Abreu, as vacas – uma da raça Aberdeen e outra Braford – foram recolhidas junto à localidade de Seival, na zona rural. Ele explica que os primeiros trabalhos do setor foram concentrados na conscientização da comunidade. “Nossa meta, inicialmente, foi evitar que os animais fossem soltos nas vias e logradouros públicos. Agradecemos à comunidade pela compreensão e por ter evitado que isto acontecesse até o momento”, ressaltou.

Os animais apreendidos foram destinados para um local próprio para abrigo. Agora, o proprietário deve retirá-los dentro do prazo estabelecido pela Lei instituída no município, além de arcar com o pagamento de multa pela apreensão e das diárias de estadia dos animais junto ao depósito. Em caso da não retirada, os mesmos deverão ser leiloados pelo município.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O Príncipe e a Esquina Bianchett

Desde muito jovem, e faz tempo, peguei o gosto pela leitura. Foi assim na década de 70, quando “matava” as aulas no Colégio Estadual e ao lado, na tradicional Esquina Bianchetti, entre um petisco e uma caipirinha, nas noites gélidas de inverno, devorava uma Folha da Tarde, da também extinta Calda Junior.

Boas lembranças me levam a efervescência dos anos 70 e ao histórico restaurante e lancheria Bianchetti. Neste cenário, conheci e convivi com uma grande diversidade de pessoas, de ilimitados aspectos. Da tristeza de presenciar um jovem se auto-injetando drogas, no banheiro do segundo piso do restaurante, ao privilégio de presenciar, no primeiro piso, o grande jurista Paulo Brossard que, à época, além da presença habitual e marcante (com seu inseparável chapéu), também era figura política de primeira grandeza no Congresso Nacional.

Pois foi nesta época que, pela primeira vez, tive acesso às teorias de Machiavel, através do best-seller “O Príncipe”. De lá para cá voltei ao livro por inúmeras vezes, que confesso muito mais por ser uma leitura afanosa do que por qualquer outro motivo.

Por questões estratégicas, para não admitir desorganização, mantenho dois ou três exemplares na pequena biblioteca. Até porque, vez por outras, o empresto com caráter de presente, como o fiz outro dia com minha prima e professora Silvia Souza.

Para muitos, Nicolau Maquiavel é o pai da sociedade moderna. Outros associam o adjetivo maquiavélico à “esperto” e “astuto”, entre outros de sentido pejorativo. Circunstancial, por que não dizer oportunamente, interessante se faz expor em linhas bem gerais, uma síntese deste pequeno tratado político.

Maquiavel, no início do século XVI, desenvolveu seus pensamentos num período turbulento e amoral da história italiana e com uma visão pessimista da natureza humana.

Maquiavel relata em seu texto “O Príncipe” a seguinte questão: como aquele que governa deve agir. E enumera através de vários capítulos o que o príncipe precisava fazer para que seu poder não fosse ameaçado por ninguém.

Para ele, os fins justificavam os meios. O Estado era um fim em si mesmo. A suprema obrigação do governante era manter a ordem, o poder e a segurança. Para tal, o governante deveria usar os meios necessários para capacitá-lo a essa obrigação, e para isso destacava os seguintes princípios, entre outros:

“O governante não deveria ter confiança nos seus governados e deles não deveria esperar lealdade ou afeição, porém respeito as suas decisões.”

Dizia ele, se preciso fosse, ser cínico e enganoso, de forma a convencer os seus governados. O Príncipe deveria fazer o bem em doses pequenas, mas se precisasse fazer algo mais forte ou violento, deveria fazê-lo rapidamente, de forma a não causar o horror ou revolta, mas o acatamento e respeito.

Destacava, em “O Príncipe”, que o governante deveria agir de forma a evitar arruinar-se, mas ao contrário preserva-se. Se necessário, lançar uns contra os outros, em proveito próprio ou deixar as coisas acontecerem simplesmente.

Em um trecho, cita que um líder deveria inspirar ao mesmo tempo amor e ódio, mas por conta da dificuldade de se manter as duas coisas, era preferível do ponto de vista da arte de governar (e mais seguro) ser temido do que amado.

Maquiavel mostrou em “O Príncipe”, escrito em 1513, que a moralidade e a ciência política são separadas. Ele apontou a contradição entre governar um Estado e ao mesmo levar uma vida moral.

É de Maquiavel a afirmativa que todos os homens são movidos por interesses egoístas, em particular ambição pessoal e a prosperidade material a qualquer custo. Assim como a célebre frase: “A primeira impressão que se tem de um governante e da sua inteligência é dada pelos homens que o cercam.”

Hoje, passados mais de 500 anos, muito do que acontece na política tem uma forte relação com o que Maquiavel escreveu.

Ele não predispôs o sistema político futuro e sim analisou somente o presente, à sua época, que não era muito diferente de hoje, em que maquiavélicos agem de forma pragmática, não se importam com os meios, nem com a reputação daqueles que o cercam, desde que seus objetivos pessoais sejam alcançados.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Jogo das estrelas: SEVA x Inter de Candiota

Acontece hoje as 18:30 no campo do Vila Airton o amistoso em comemoração ao aniversário da Sociedade esportiva Vila Airton.


Vale a pena conferir.

PDT dará apoio ao PT em 2012

Em reunião, ontem, do Diretório Municipal, formado por 45 titulares e 15 suplentes, o PDT de Candiota deliberou sobre o seu futuro nas eleições municipais de 2012.

Com a presença de 37 membros votantes (60%), o partido decidiu, ATRAVÉS DE VOTO SECRETO, em apoiar o projeto do prefeito Folador e/ou por maior espaço na administração municipal (cargos).

Dos, 37 votos, sendo 33 titulares e 4 suplentes, foram 36 a favor e 1 contrário.

EPV encerra atividades em 2011


A Secretaria de Educação de Candiota concluiu, no dia 22, as atividades do ano do projeto Esporte para a Vida (EPV). Para tanto, uma grande confraternização, com todos os participantes da iniciativa, foi organizada no ginásio de Dario Lassance. O evento contou com um público aproximado de 120 pessoas.

Na ocasião, foram desenvolvidos jogos na modalidade futsal, nas categorias fraldinha, pré-mirim, infantil e juvenil, masculino e feminino. Todos receberam premiação pelo desempenho de atividades realizadas ao longo de 2011.

O projeto tem o objetivo de estimular crianças e adolescentes o interesse pela prática do esporte, proporcionando o desenvolvimento de responsabilidade, disciplina, limites, superação e convívio social.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Candiota terá Show da Virada


A Prefeitura de Candiota, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, preparou, para o dia 31 de dezembro, o Show da Virada. Com o objetivo de reunir a comunidade para confraternizar a chegada do novo ano, uma série de atividades estão previstas. 

De acordo com o secretário, Gil Deison Pereira, as comemorações estão agendadas para iniciar às 22h e acontecem na praça de Dario Lassance. “Teremos shows antes e após a virada do ano. Também haverá um buffet de frutas para todos os presentes. A celebração será a queima de fogos em boas-vindas ao ano de 2012”, detalhou.

Entre as apresentações artísticas previstas estão a dupla sertaneja Dudu Barreto e Augusto, a banda Forronerão, e a escola de samba Unidos da Tinga, de Porto Alegre.

Show com Nenhum de Nós

A banda gaúcha Nenhum de Nós encerrou, na última sexta-feira, dia 23, as atividades do Natal para Todos, promovido pela Prefeitura de Candiota, com um grande espetáculo no ginásio de Dario Lassance. Conforme dados da Comissão Organizadora, um público estimado de quatro mil pessoas prestigiou a apresentação.

Para o secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, Gil Deison Pereira, o trabalho de difundir o espírito natalino junto à população teve êxito. “Conseguimos promover ações em todos os bairros urbanos e também na zona rural. Foi um verdadeiro Natal para todos”, avaliou. A iniciativa proporcionou apresentações artísticas, bem como a tradicional chegada de Papai Noel, nas localidades de João Emílio, Vila Residencial, 8 de Agosto, Seival, Vila Operária e Dario Lassance, entre os dias 16 e 23.

Sobre o show de encerramento, Pereira apontou que este "foi, com certeza, um dos maiores eventos já realizados no município”.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

23 famílias são beneficiadas com moradias populares em Candiota

O prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, oficializou, na manhã de sexta-feira, dia 23, o repasse de 23 casas populares para famílias carentes do município. A entrega das chaves das moradias ocorreu junto ao empreendimento, construído no bairro Dario Lassance, próximo ao acesso da Companhia Riograndense de Mineração (CRM). 

A solenidade contou com a presença das famílias beneficiadas, membros do executivo e do legislativo municipal, representantes de lideranças políticas e empresariais, além da comunidade local.

Como destacou Folador, durante o ato, o repasse das moradias atende uma política nacional de garantir à população a conquista da casa própria. “Em nosso município mesmo temos uma demanda muito grande no quesito habitacional. Assim como estamos fazendo hoje, pretendemos, em breve, viabilizar novos projetos habitacionais. Temos algumas propostas em estágio avançado, as quais devem começar a serem construídas já no próximo ano”, comentou o prefeito, ao frisar que “esta não é uma conquista da prefeitura, mas do município de Candiota para os seus moradores”.

O investimento total da obra foi de R$ 410 mil, entre verbas obtidas junto ao Governo Federal, através do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), e contrapartida da Prefeitura Municipal. Neste processo, a liberação dos valores da União foi gestionada pelo deputado federal Afonso Hamm.

Cada uma das unidades habitacionais é composta por sala, cozinha, banheiro e um quarto. Os beneficiados não terão que arcar com nenhum custo para assumir a titularidade do imóvel.

Presente no encontro, o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Chagler Zandavalli, evidenciou a importância da data do repasse. “Acredito que, talvez, não houvesse dia melhor para entregarmos estas casas. É um verdadeiro e importante presente de natal para todas estas famílias”, disse. Ainda, em sua fala, ele apontou que “conquistas como estas só acontecem quando existem projetos concretos. A Prefeitura de Candiota tem se destacado na região pela quantidade de projetos que nos apresenta”. 

Foto: Felipe Valduga
Casada e com três filhos, Gabriela Munhoz, de 24 anos, comemorou a realização do sonho da casa própria. Ela conta que morava, até então, em um espaço de duas peças, alugado, com toda a família. “É um kitnet. Houve ocasiões em que praticamente todo o salário era utilizado para pagar o aluguel. Isto que acontece hoje é um sonho”, comentou. Sobre as expectativas, Gabriela diz que o momento é de preparar a casa com dedicação. “Quero ajeitar tudo para garantir conforto a minha família. Para o futuro, desejo saúde e muito trabalho”, concluiu.

Após a cerimônia de entrega das chaves dos imóveis, houve um momento de confraternização, onde cada beneficiado também foi contemplado com um presente para utilizar em sua nova casa. E para comemorar, todos se reuniram em um abraço coletivo encerrando a emocionando solenidade.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Então é natal


Um Feliz Natal a todos os leitores do TC7!

Grande Abraço

Bom humor: afinal hoje é sábado

Frases da Semana

“Pelo IBGE, é considerada favela – ou “aglomerado subnormal” – região que têm pelo menos 51 domicílios, com ocupação ilegal e em terreno inadequados para urbanização.”
Kamila Almeida, jornalista, em matéria de ZH, no dia 22/12/2011.

“223 favelas foram catalogadas no RS, 108 delas em Porto Alegre.”
Kamila Almeida, jornalista, em matéria de ZH, no dia 22/12/2011.

“11,4 milhões de brasileiros vivem em favelas, pouco mais do que a população da cidade de São Paulo.”
Kamila Almeida, jornalista, em matéria de ZH, no dia 22/12/2011.

“297.540 gaúchos vivem em favelas, pouco mais de que a população de Santa Maria.”
Kamila Almeida, jornalista, em matéria de ZH, no dia 22/12/20111.

“Em torno de 90 famílias vivem domiciliadas na favela do Areal em Candiota. Algo em torno de 10% da cidade de Candiota (Dario Lassance). Como se POA tivesse uma favela com toda população de Bagé ou em Bagé uma com a população de Candiota. Isto é: a favela do Areal, em termos percentuais, deve ser a maior favela de uma cidade no Brasil.”
Filósofo do Areal, colaborador do TC7.

Hôu, Hôu, Hôu. Feliz Natal.
Papai Noel

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Grande Show hoje em Candiota


Acontece hoje o grande show com o grupo Nenhum de Nós, em Candiota. A apresentação está agendada para iniciar às 20h, na praça de Dario Lassance.

A apresentação, gratuita, marca o encerramento da programação do Natal para Todos, realizado pela Prefeitura de Candiota.
Em caso de mau tempo, o local do evento poderá ser transferido.

Confirmada verba para construção de 38 açudes em Candiota

Em Porto Alegre, na quinta-feira, dia 22, o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, confirmou o empenho de R$ 225 mil para o município. A verba, oriunda da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, será utilizada para a construção de 38 açudes na zona rural.

O gestor teve a confirmação durante encontro com o diretor Geral da Secretaria, Elton Scapini, com o secretário-Adjunto, Ronaldo, e com o chefe de Gabinete, Inácio Benincá. “Com este projeto, garantimos novos mecanismos para proporcionar o abastecimento de água no campo. Estes açudes auxiliarão em processos de irrigação, piscicultura, fortalecimento da bacia leiteira, produção de sementes de hortaliças, entre outras tantas”, exemplificou.

De acordo com o secretário de Agropecuária e Agricultura Familiar de Candiota, Fabiano Oswald, o valor empenhado será acrescido de um montante de R$ 125 mil do caixa municipal, totalizando R$ 350.464,47. “A Prefeitura, em parceria com a Emater e Coptec, elaborou estes 38 projetos. Entendemos que existe uma carência no armazenamento de água no interior. Por este motivo, aliado aos longos períodos de estiagem que atingem nossa região, instituímos um programa municipal de açudagem. É uma ação contínua que buscar potencializar a construção destes reservatórios”, destacou.

Educação Infantil de Candiota contabiliza 135 formandos em 2011

Formatura Escola Santa Fé
A Secretaria de Educação de Candiota concluiu, na semana passada, as formaturas dos alunos da Educação Infantil do município. Neste ano, o período para a realização das cerimônias ocorreu de 13 a 16 de dezembro e contabilizou um total de 135 estudantes graduados.

Todas as atividades contaram com a tradicional colação de grau dos formandos, além de apresentações artísticas dos estudantes da rede de ensino. O município conta, atualmente, com sete instituições de Educação Infantil.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Big em Bagé





A rede Wallmart confirmou esta semana a intenção de investir ainda mais em Bagé.


Hoje a rede que ja possui o supermercado Nacional, esta planejando a abertura de uma filial do Hipermercado BIG na cidade.


A unidade seria instala na avenida Santa Tecla, próximo a JW Veículos.

Esterilização de animais

A esterilização é uma cirurgia que impede a procriação de cães e gatos.

Nas fêmeas, a esterilização consiste normalmente na retirada do útero e dos ovários (ovariohisterectomia), que evita o cio.

Nos machos, o procedimento de esterilização mais comum é a retirada dos testículos (orquiectomia), deixando-se a bolsa escrotal vazia..

Existem procedimentos alternativos que apenas impedem a fecundação (a laqueação de trompas no caso das fêmeas e a vasectomia no caso dos machos). São procedimentos de acesso mais difícil e que não oferecem vantagens comportamentais (por exemplo, as fêmeas continuam a ter o cio e a atrair machos, e os machos continuam a querer acasalar com fêmeas). Contudo, no caso dos cães macho, também não implicam as desvantagens de saúde associadas à orquiectomia.

A esterilização é realizada sob anestesia geral, e uma anestesia geral envolve sempre algum risco, tanto para os humanos como para os outros animais. No entanto, é uma cirurgia de rotina e é segura quando realizada por um bom médico veterinário. Conversa com o veterinário e certifica-te de que o teu animal está em mãos competentes.

A superpopulação de animais domésticos é um problema causado por irresponsabilidade das pessoas, portanto cabe a elas resolvê-lo. E esse problema não se resolve apenas com albergues ou campanhas de adoção. A esterilização é a forma mais eficaz de combater o círculo vicioso de reprodução irresponsável, abandono, maus-tratos, e morte, decorrente da negligência humana.

O proprietário responsável esteriliza seus animais, evita que eles tenham filhotes, ajuda a diminuir a superpopulação e a evitar problemas, como por exemplo : Ataques a pessoas ou outros animais, atropelamentos, acidentes de transito, transmissão de doenças, abandono e crueldade com os animais.

Confirmados 2,2 milhões para obras de abastecimento de água

Após a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) publicar, no Diário Oficial da União (DOU), a destinação de R$ 2.277.311,18 para obras de ampliação do sistema de abastecimento de água em Candiota, no início do mês, o repasse dos valores foi confirmado na quarta-feira, dia 21. O projeto foi um dos mais de 60 destinados às cidades do Rio Grande do Sul que tiveram seu convênio assinado pela presidenta Dilma Rousseff e pelo governador Tarso Genro, em ato oficial realizado em Brasília.

Os valores destinados para Candiota serão aplicados na construção de dois reservatórios de água com capacidade de 500 mil litros cada – um na Vila Residencial e outro em Dario Lassance – e para a instalação de uma rede adutora com extensão de 11 quilômetros, ligando a sede do município com o assentamento Santa Lúcia.

O prefeito municipal, Luiz Carlos Folador, presente no ato, comemorou a destinação da verba. “Garantir melhorias de abastecimento de água é uma das principais demandas do nosso município. A obra que será executada, além de ampliar a capacidade de armazenamento de água potável, vai beneficiar a comunidade rural, que periodicamente é prejudicada durante os períodos de estiagem”, enalteceu.

Para todo o Estado, foram destinados R$ 382 milhões – do PAC 2 – para obras de saneamento em municípios gaúchos de até 50 mil habitantes. Deste valor, R$ 235 milhões serão executados por meio de financiamento e R$ 147 milhões, a fundo perdido. Na região foram contemplados ainda os municípios de Pedras Altas, Pinheiro Machado, Herval e Piratini.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Leilão A-5 contrata 976,5 MW de energia eólica

O Leilão de Geração de Energia A – 5, realizado nesta terça-feira, 20 de dezembro, pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) resultou na contratação de 42 projetos de geração de eletricidade, com capacidade instalada total de 1.211,5 megawatts (MW). A energia irá suprir a demanda projetada das empresas distribuidoras para o ano de 2016.
Dos 42 projetos contratados, 39 são de usinas eólicas, somando 976,5 MW. Este montante equivale a 81% da potência total negociada no leilão.

O preço médio foi de R$ 102,18/MWh, alcançando um deságio médio de 8,77%. Segundo a EPE (Empresa de Pesquisa Energética), o leilão atendeu a 100% da demanda das concessionárias de distribuição, que contrataram a energia negociada.

As usinas serão instaladas nos estados da Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, e os investimentos estão previstos na ordem de R$ 4,3 bilhões.


E O CARVÃO?
E A CONVERSINHA DOS POLÍTICOS?
E AS PROMESSAS DO LEILÃO?
Tudo em vão.

FAZ A TUA REVOLUÇÃO!
O voto e tua única arma;
Poe teu voto na mão.

Construíste, com teu trabalho.
Toda riqueza desta nação;
Por justiça, tens o direito;
Vai pegar o teu quinhão.

FAZ TUA REVOLUÇÃO!

O voto e tua única arma;
Poe teu voto na mão.

Empresa de Candiota investe na fabricação de artefatos de cimento

O prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, assinou, na segunda-feira, dia 19, o contrato de cessão de uso de um lote do Distrito Industrial do município à empresa Flávio Renato Traçante Sanchez (Dinâmica).

O ato de assinatura foi acompanhado pelo proprietário da empresa, Flávio Sanchez, e pelo advogado da Prefeitura, Sandro Petersen.

Como relata o empresário, o espaço será utilizado para a instalação de uma fábrica de pré-moldados de concreto (artefatos de cimento). ”A ideia é iniciarmos os trabalhos entre os meses de março e abril de 2012, com a montagem das estruturas”, comentou Sanchez. Ele destaca, ainda, que cerca de 15 postos de trabalho devam ser abertos já na etapa inicial da instalação. “Conforme a atuação do mercado, e temos boas perspectivas quanto a isto, o número de vagas poderá ser aumentado”, enalteceu.

A área do lote – com medida de dois hectares, mais 13,80 metros quadrados – será utilizada para a construção de galpões para a instalação dos equipamentos de produção dos materiais.

Como salienta Folador, o município demonstra, mais uma vez, que está empenhado em propiciar novos empregos e fontes de renda aos moradores de Candiota. “Enquanto gestores públicos, este é um dos nossos deveres. Estamos trabalhando bastante com este objetivo e esta é mais uma conquista”, afirmou.

O Distrito Industrial 

Recentemente, a Administração Municipal havia concedido o direito de uso de quatro lotes no Distrito Industrial à empresa Calfida (Irmãos Cioccari & Cia Ltda) para a instalação de uma fábrica para o aproveitamento de resíduos das cinzas geradas pela queima do carvão oriundo da Usina Termoelétrica Presidente Médici. Neste empreendimento em questão, a perspectiva é a geração de, pelo menos, 50 empregos no estágio inicial.

O Distrito Industrial, que possui uma área total de cem mil metros quadrados, foi uma doação do já falecido, médico e produtor rural, Álvaro José de Godoy. O doador efetivou o repasse ao firmar um protocolo de intenções com o município no intuito de fomentar o desenvolvimento econômico e gerar outras fontes de renda e subsistência para os cidadãos de Candiota.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Terceira rodada da Copa Rural

No último domingo, dia 18, foi realizada a terceira rodada, e última de 2011, da 1ª Copa Rural de Candiota. Ao todo, dez partidas foram disputadas no campo do assentamento Santa Lúcia, no interior do município.

Agora, a competição terá uma pausa em função das festividades de final de ano. A próxima rodada está prevista para acontecer no dia 8 de janeiro de 2012, no assentamento 8 de Agosto.

RESULTADOS 3ª RODADA

Masculino Juvenil
Paraíso 1 x 0 Rádio 96.1
22 de Dezembro 1 x 1 Santa Lúcia
20 de Agosto 1 x 2 Tricolor da Santa Fé
Feminino Livre
Vitória da Madrugada 1 x 1 Força Jovem
Santa Lúcia 2 x 0 Guerreiros de Pelé
Masculino Livre
8 de Agosto 2 x 2 Santa Lúcia
20 de Agosto 0 x 1 Juventus da Santa Fé
Atlético da Santa Fé 1 x 1 Cruzeiro da Madrugada
Paraíso 0 x 1 Conquista do Cerro
Rádio 96.1 0 x 2 Real Madrid Juventus das Seis das Acácias 8 x 2 Palmeiras

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Aterro de Candiota vira maior lixão da metade sul

A deposição final e inadequada de resíduos sólidos, que se caracteriza pela simples descarga do lixo sobre o solo, sem medidas de proteção ao meio ambiente, nos últimos dias, transformou o aterro sanitário de Candiota no maior lixão da metade sul.


As fotos aqui apresentadas, de dezenas de toneladas de lixos a céu aberto, provenientes de diversas cidades da região, foram tiradas e remetidas ao blog, nesta segunda-feira (19), por pessoas realmente preocupadas com o meio ambiente e a saúde das pessoas.


Já não bastassem os pneus, geladeiras e matérias de toda ordem jogados a margem da estrada Miguel Arlindo Câmara, na entrada da cidade, há mais de seis meses, este um verdadeiro lixão urbano que se multiplica aos olhos de todos.


Uma poluição ambiental de forma grotesca, silenciosa e – pasmem! – com omissão e complacência do poder público municipal.



Privatizações de FHC e a imprensa

O livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr., recentemente lançado e esgotado em 24 horas, foi objeto de noticia em todos os meios midiáticos do País. José Dirceu, ícone do PT e avatar do governo Lula, nos brinda com um interessante artigo sobre o livro e a repercussão na imprensa, que compartilhamos com os eleitores do TC7, com a reprodução na íntegra, como segue:
Jogo de dois pesos, duas medidas 

Já se vai uma semana desde o lançamento do livro “A Privataria Tucana”, no qual o jornalista Amaury Ribeiro Jr. relata, com base em farta documentação, o processo de privatização das telecomunicações, ocorrido no governo tucano de Fernando Henrique Cardoso.

É fato que as privatizações até hoje não foram passadas a limpo, o que alimenta a nebulosidade e as especulações em torno desse processo de dilapidação do patrimônio público brasileiro.

Mas o tratamento dado pela grande mídia ao livro desnuda algo que venho dizendo há algum tempo: os dois pesos e as duas medidas no noticiário desses veículos. A maior parte deles silenciou ou dedicou espaço ínfimo ao conteúdo do livro, como se quisessem transmitir a ideia de que não é notícia um livro que se esgota em 24 horas e que é o mais completo levantamento das falcatruas e desvios de dinheiro ocorridos nos anos de privatização tucana, de tantas repercussões negativas na história recente do país.

O personagem central do livro é o ex-governador de São Paulo, José Serra, apontado pelo jornalista como o principal favorecido no processo de privatização. Serra foi candidato a presidente duas vezes derrotado (2002 e 2010) e é o preferido dos grandes grupos de mídia do país.

O enorme silêncio contrasta com a recente onda de denuncismo sem provas dos últimos meses, que tomou conta destes mesmos meios de comunicação. Os mesmos veículos que hoje negam a seu público informações sobre o processo de privatização, ao menor indício ou acusação verbal de desvio, promoveram —e ainda promovem— verdadeiras cruzadas, exigindo a demissão de ministros.

O jornal Folha de S.Paulo foi além: mudou inteiramente a forma como trata denúncias desse tipo. Publicou matéria questionando a credibilidade e os antecedentes do jornalista Amaury Ribeiro Jr., o que não fez com nenhum outro denunciante nos casos de ministros ou no caso do governador do Distrito Federal.

A Folha concede espaço de direito de resposta aos acusados, chega inclusive a reproduzir declarações de 2002 de um deles se defendendo — o ex-diretor do Banco do Brasil, Ricardo Sérgio Oliveira, ligado a Serra e apontado no livro como beneficiário de depósitos em paraísos fiscais na privatização das teles.

Mais inusitado ainda é o jornal assumir a defesa dos acusados, ao escrever que, de fato, há documentos comprovando o depósito em nome de Ricardo Sérgio, mas que não há provas de relação com a privatização.

Em suma, o jornal dá aos acusados o espaço de defesa que nega aos demais, contrastando com todas as matérias que fez nestes últimos meses, quando jamais usou esse critério da ausência ou não de provas. É como se a presunção de inocência valesse só para as pessoas mais próximas ao jornal — e, por extensão, aos demais jornalões.

Quando, na prática, não exige investigação e tenta desqualificar o livro, o jornalista e as denúncias que ele traz, o jornal atira no próprio pé, pois revela que as cobranças, acusações, linchamentos públicos e afastamentos de cargos só valem para os adversários do PSDB.

Pensar em equilíbrio e isenção na cobertura jornalística é colocar essas questões na mesa. Se há lado, que se assuma publicamente, como muitos veículos de comunicação fazem ao redor do mundo e não é demérito, mas sinal de honestidade com seus leitores e a sociedade.

Não se pode condenar sem provas, sem direito à defesa ampla e antes do término da decisão judicial, mas igualmente é inadmissível a leniência e o favorecimento de alguns.

Para além do jogo de dois pesos e duas medidas explicitado pela grande mídia neste caso, é preciso elogiar o papel da Internet, pois mesmo com pouco espaço nos jornais ou nos grandes portais, o livro e seu conteúdo vêm sendo debatidos intensamente nas redes sociais, em blogs e veículos independentes.

Isso mostra como os donos dos grandes meios de comunicação não detêm mais o monopólio da informação e que, hoje, é preciso um esforço muito maior para abafar um fato de interesse público.

Felizmente, o acesso aos fatos não depende mais exclusivamente desses meios, está cada vez mais nas mãos dos cidadãos. Como que um recado que a sociedade dá de que, no lugar do jogo de dois pesos, duas medidas, espera investigação dos fatos que envolvem essa página tão nebulosa de nossa história recente que foram as privatizações dos anos 1990. (grifos nosso)

José Dirceu, 65, é advogado, ex-ministro da Casa Civil e membro do Diretório Nacional do PT

domingo, 18 de dezembro de 2011

Breve histórico da nossa Candiota - Ano 1917

Em 1917, um técnico inglês de sobrenome Appleby organizou uma companhia para a exploração de uma jazida de carvão próxima à linha Bagé-Rio Grande, na atual Candiota. Ali foi então estabelecido um desvio ferroviário que levava às minas. As pesquisas sistemáticas na região, entretanto, iniciaram-se mais tarde. Não se tem a data de inauguração do desvio que levou o nome do inglês, mas possivelmente à posterior ao estabelecimento da empresa de Appleby.
Fonte: Revista Refesa, maio-junho 1968 e VFRGS: Relatórios anuais, 1920-68.

sábado, 17 de dezembro de 2011

Bom humor: afinal hoje é sábado


Ai, o Presidente vai visitar um hospício e é recepcionado por uma comissão de pacientes. Que gritam:
- Viva o Presidente ! Viva o Presidente ! Viva o Presidente !
Ao ver um dos componentes da turma calado, um dos assessores do presidente lhe pergunta:
- E você, por que não está gritando “viva o presidente” ?
- Porque eu não sou louco, sou médico !

Candiota promove apresentação de trabalhos do programa UCA


A Secretaria de Educação de Candiota concluiu, nesta semana, a apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelo programa Um Computador Por Aluno (UCA) nas escolas municipais.

No encontro realizado no dia 13, na escola Santa Izabel, alunos e professores mostraram, nos próprios equipamentos, as atividades realizadas. Entre os destaques das atividades estiveram a identificação geográfica com a utilização do Google Maps; criação da identidade eletrônica dos alunos (e-mail); trabalho de identificação do espaço rural – onde os alunos levam os computadores para suas casas na zona rural e realizam filmagens com a webcam e apresentam aos colegas; pesquisa e apresentação de trabalhos sobre mitologia Grega; aulas de fundamentos básicos de informática; além do processo de alfabetização com auxilio de jogos didáticos pela internet e envio de trabalhos por e-mail.

Já no dia 15, na escola Neli Betemps, os professores relataram experiências de utilização dos laptops em sala como: alfabetização, leitura, interpretação e elaboração de textos, utilização de vídeos e, também, para a criação de blogs visando a troca de informações entre professores e alunos.

O secretário de Educação, João Roberto da Costa, destaca o empenho dos professores na utilização dos equipamentos que auxiliam no processo educacional. "Os professores estão de parabéns pela grande utilização dos laptops em sala de aula. E já estamos trabalhando no planejamento para 2012, onde vamos investir ainda mais em formação do corpo docente para que, cada vez mais, nossas crianças tenham acesso ao mundo digital", enalteceu.
O Projeto no Município 

Candiota é uma das cidades pioneiras do Programa Um Computador por Aluno no Rio Grande do Sul. Um dos objetivos do projeto, que encontra-se em plena atividade, é aumentar cada vez mais a utilização de TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) em sala de aula, com o acompanhamento pedagógico. O programa, no município, atende a 100% dos alunos da rede municipal, além da Educação de Jovens e Adultos – EJA, onde conta com mais de 500 laptops à disposição dos alunos com internet de alta velocidade, transmitida através da rede elétrica.

Prefeitura de Candiota entrega 23 moradias

Na próxima segunda-feira, dia 19, a Prefeitura de Candiota oficializa o repasse de 23 casas populares construídas através do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS). O ato está agendado às 14h, junto ao empreendimento, na avenida 24 de Março, próximo ao acesso da Companhia Riograndense de Mineração (CRM), em Dario Lassance.

Cada unidade é composta por sala, cozinha, banheiro e um quarto. O investimento total da obra é de R$ 410 mil, entre verbas do Governo Federal e contrapartida da Prefeitura Municipal. Além disto, mais um montante de R$ 16 mil é aplicado para o desenvolvimento de um trabalho técnico-social com os moradores selecionados.

Prefeitura executa serviço inédito na ETA da Vila Operária

Com o objetivo de garantir a melhor qualidade possível na água distribuída pela Estação de Tratamento (ETA) da Vila Operária, a Prefeitura de Candiota iniciou, na quinta-feira, dia 15, um trabalho inédito no local.

Conforme relata o coordenador do Departamento de Saneamento, Márcio Lopes, a Administração Municipal investiu R$ 7 mil na aquisição de uma tonelada do composto Ortopolifosfato, para aplicar junto ao sistema de tratamento. “Este produto atua na eliminação de ferro e manganês existente na água armazenada“, informou, ao argumentar que “é um trabalho que nunca foi realizado no município e que conta com certificação de qualidade. Estamos, com isto, atuando para acabar com um problema histórico da nossa cidade“.

Após a primeira aplicação do composto químico na água da ETA, a equipe do Departamento de Saneamento iniciou os primeiros trabalhos de análise (foto).

Segundo Lopes, o mesmo procedimento é executado por outras instituições de tratamento, como o Departamento Municipal de Água e Esgotos de Porto Alegre (DMAE) e pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). “Além de eliminar o ferro e o manganês no tratamento realizado na Estação, este produto age na rede de distribuição. É importante salientar que ele não prejudica o consumo humano“, destacou.

O coordenador adianta, também, que o processo deve demorar cerca de dez dias até alcançar a eficácia total. “Com a quantidade de produto adquirida, teremos material suficiente para garantir o tratamento durante todo o verão“, apontou.

Por fim, Lopes aproveitou para alertar a comunidade para que utilize a água de forma racional. Conforme o mesmo, o consumo excessivo também prejudica na qualidade da água, pois reduz o tempo necessário para o processo de decantação, prejudicando o tratamento.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Frases da Semana

“São exatamente os partidos de centro-esquerda que estão operando a política suja do neoliberalismo”
Roberto Amaral, jornalista, cientista político e vice-presidente nacional do PSB, em postagem no TC7.

“A Justiça venceu. O Supremo Tribunal Federal liberou, hoje à tarde, minha posse no Senado. Obrigado, meu Pará.”
Jader Barbalho, senador de PMDB-PA, quarta-feira, em seu perfil no Twitter, sobre o julgamento do STF que reparou decisão anterior, quando a validade da Lei da Ficha Limpa não havia sido julgada.

“O Pimentel, na época, também fez, a pedido da federação das indústrias, uma série de palestras nas unidades regionais. A federação tem dez regionais, e ele participou de palestras nessas regionais e também em outras cidades-polo da indústria mineira.”
Robson Andrade, Em ex-presidente da Fiemg, atual presidente da CNI e amigo pessoal do ministro Fernando Pimentel.

“O repórter Thiago Herdy arregaçou as mangas e foi a campo. Descobriu: as supostas palestras de Pimentel jamais foram proferidas.”
Alan Marques, jornalista, em artigo na Folha de São Paula.

“O ministro Fernando Pimentel foi para Genebra na esperança de deixar de ser o alvo principal da imprensa e do fogo amigo, mas a crise não embarcou com ele para um lugar distante. Crise política não se encerra por decreto, e mentir à imprensa não vai ajudar o ministro. O bode continua na sala.”
Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, em seu Blog.

Educador de Arroio Grande recebe prêmio nacional

Um educador da região, do nosso município vizinho de Arroio Grande, esta entre o grupo de 39 professores da educação básica pública do país que receberam nesta quarta-feira em Brasília o prêmio Professores do Brasil.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, participou da solenidade e entregou o prêmio ao vencedor. O educador ganhou R$ 5 mil e a escola na qual o professor desenvolve o projeto será entregue equipamentos audiovisuais ou de multimídia no valor de R$ 2 mil.

Nesta quinta edição, concorreram 1,6 mil trabalhos e foram premiados educadores de 18 estados.

Ivan Nunes Gonçalves (foto), 44 anos (26 de profissão), professor de química do Instituto Estadual Aimone Soares Corriconde, de Arroio Grande, é formado em Ciências Físicas e Biológicas e graduado em Matemática pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Ele agregou as turmas do 2º e do 3º anos do Ensino Médio, no ano letivo de 2010. A idéia era superar a falta de um laboratório e permitir um olhar diferenciado para o lixo na cidade. Com máquinas fotográficas e filmadoras, os alunos percorrem as ruas para registrar o lixo. Foram mais de 700 fotografias e 50 vídeos.

Processo seletivo abrirá vagas para visitadores e monitores do PIM em Candiota

O prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, acompanhado pelos secretários de Saúde, Ancelmo Camillo, e de Educação, João Roberto da Costa, esteve reunido, na quarta-feira, dia 14, com integrantes do GTE (Grupo Técnico Estadual) e GTM (Municipal) do Primeira Infância Melhor (PIM). O objetivo foi definir ações de fortalecimento da política pública desenvolvida no país.

Como explicou a integrante do GTE e consultora da Unesco, Maria Celeste Leitzke, o encontro “teve como vistas garantir o atendimento de todas as demandas apresentadas pelas famílias atendidas no município”.

Concurso

Na ocasião foi anunciado que um processo seletivo para a contratação de 14 visitadores e dois monitores para o PIM deve ser executado. “Prevê-se a conclusão deste processo até o final de janeiro de 2012. O edital de abertura será publicado assim que este estiver concluído. No momento, o edital passa pelos últimos ajustes”, relatou Maria Celeste.

O encontro também teve a presença das integrantes do GTE Dulce Veleda Bittencourt (da 13ª Coordenadoria Estadual de Educação), e de Márcia Stypulkowiski e Marta Dias (ambas da 7ª Coordenadoria Estadual de Saúde), além da representante do GTM de Candiota, Miriam Becker.

O PIM, em Candiota, conta com o suporte técnico e financeiro do Governo do Estado. A Prefeitura é responsável pela execução das ações. O município conta com a iniciativa há cerca de seis anos, beneficiando crianças de zero a seis anos de idade.

Atividades do Natal para Todos são transferidas

Em função das chuvas que atingiram Candiota na quarta (14) e quinta-feira, as atividades do “Natal para Todos“ previstas para ocorrerem na Vila Operária e em Seival, respectivamente, foram transferidas.

O novo cronograma prevê a chegada do Papai Noel para esta sexta-feira, dia 16, às 20h, no bairro João Emílio. No mesmo horário, o evento será desenvolvido dia 19, na localidade 8 de Agosto, dia 20 na Residencial, dia 21 em Seival, e dia 22 na Operária. No dia 23, o ato acontece às 18h, na Praça de Dario Lassance onde, às 20h30, ocorre o show com a banda Nenhum de Nós.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Prefeitura terá expediente reduzido nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, dia 16, a Prefeitura de Candiota atenderá em expediente reduzido. O horário de funcionamento das repartições públicas será das 8h às 11h30. O motivo da alteração será a realização de almoço de confraternização dos servidores, promovido pelo Sindicato dos Municipários de Candiota (SIMCA), no CTG Batalha do Seival.

Os serviços considerados essenciais serão mantidos de forma regular.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

“Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento”

(filósofo do Areal) 

A nossa comunidade, hoje cidade de Candiota, nasceu com vocação para ser uma city moderna, resultado de um primeiro loteamento (Vila Airton), com ruas de traçados ortogonais e regulares. A antiga Vila Dario Lassance, hoje zona central, foi projetada pela CRM com avenidas largas, uma grande praça e uma ampla área de esportes. O loteamento Cimbagé, hoje zona dos serviços públicos (prefeitura), foi concebido na mesma esteira, priorizando amplas áreas verdes.

Sem um planejamento claro, com o calçamento e a “miopia urbanística" estreitaram-se as ruas e ampliaram-se as calçadas, com o propósito primeiro de priorizar a quantidade, em detrimento da qualidade, em um verdadeiro atentado ao bom-senso. Seguiu-se, na mesma linha, com a reutilização dos espaços verdes (possíveis praças), que foram loteados e transformados em áreas edificadas, culminando com as ocupações espontâneas em outras.

Os resultados eram previsíveis: becos e ruelas, um incipiente trânsito de veículos já engarrafado, passeios e calças virando mato, sem padrão e inseguras, tornando-se habitual e “normal” as pessoas dividirem espaço com os veículos, no leito das ruas calçadas e pavimentadas.

Antecipando-me, deixando claro aos arautos de plantão, digo que tal tema já foi objeto de oportuna pauta formal do PDT com o executivo e, para um melhor entendimento dos leitores do TC7, transcrevo o qualificado artigo escrito pelo colega advogado Carlos Dirnei Fogaça Maidana, como segue na íntegra:
Responsabilidade pelas calçadas

O passeio público – calçada - faz parte da via pública e não do terreno que atrás dela se situa; portanto, sua construção e manutenção são obrigações do Poder Público Municipal. No entanto, nada impede que, através de lei, o município dê ao proprietário do terreno o direito de construir e manter a sua calçada, mas nunca obrigá-lo a construí-la.

Lamentavelmente o que se constata, na maioria dos municípios, são calçadas em péssimas condições de uso, quando existentes, o que compromete a integridade física dos transeuntes, colocando-a em risco. Por esta razão, cria-se uma expectativa de indenização por danos que possam vir a ocorrer.

O que decorre das más condições das calçadas são os acidentes com os seus usuários. Recentemente um jornal da Capital veiculou matéria jornalística com a seguinte manchete: “ao pisar em buraco, mulher cai e machuca o tornozelo em frente à prefeitura”. Deste fato, emerge a responsabilidade civil, obrigando o município a indenizar os danos por ela sofridos. Se comprovada a culpa.

Trata-se da responsabilidade civil subjetiva do município por omissão na conservação e manutenção do passeio público com vistas a resguardar a integridade física dos transeuntes. Tal omissão teria ocasionado dano à pedestre que ali transitava.

A teoria da responsabilidade subjetiva (Código Civil, art. 186) determina o dever de arcar com o sofrimento suportado por quem tenha sido vítima de uma omissão do Ente Público, nas modalidades de imprudência, negligência ou imperícia na realização do serviço público que causou o dano.

É comum que os gestores públicos municipais, sob a ameaça de multas, instem seus munícipes - proprietários urbanos – não só a calçar o passeio público situado à frente do seu terreno, como também a conservá-lo em boas condições.

Trata-se de gesto intimidador ilegítimo, pois, se a calçada não faz parte do terreno, mas da via pública e é de uso comum do povo, por óbvio se trata de um bem público, recaindo na administração municipal toda a responsabilidade de construir as calçadas, mantendo-as em perfeitas condições de uso.

Transferir responsabilidades ao particular, através de lei, é uma iniciativa inócua por ser ilegítima. Nem mesmo uma lei poderá obrigar alguém a construir em terreno alheio.

Cabe um questionamento: Por que o administrador prefere a pavimentação das vias e não dos passeios?

Diante desta realidade, o gestor público, na sua defesa para não fazer, questionará sobre a fonte de custeio para viabilizar tais passeios públicos. A resposta dirá que a fonte financeira são os impostos gerados pelos próprios terrenos - IPTU/ITBI/ISSQN -, não havendo a possibilidade, neste caso, de se lançar mão de Contribuição de Melhoria, pois esta taxa é rechaçada pelos Tribunais como recursos possíveis para a construção de calçadas.

É possível afirmar, portanto, sobre a responsabilidade pelas calçadas e terrenos urbanos, que cabe, aos proprietários, a obrigação de cercar o terreno, mantendo-o limpo e, ao Poder Público Municipal, a obrigação da construção do passeio público (calçada), bem como sua manutenção. (grifos nosso)

Natal Solidário reúne estudantes de Candiota


A Prefeitura de Candiota, através da Secretaria de Educação, promoveu na segunda-feira, dia 12, a tradicional festa do Natal Solidário. A atividade, realizada na Praça de Dario Lassance, contou com um público de cerca de 1,5 mil participantes. 

O evento em questão, direcionado aos alunos das escolas municipais e estaduais, proporcionou diversas atividades. Foram disponibilizados brinquedos infláveis e distribuídos algodão doce, picolé, cachorro quente e refrigerante para as crianças presentes. Além disto, foram promovidas brincadeiras e a apresentação da invernada artística do CTG Candeeiro do Pago.

O ato ainda teve a tradicional chegada do Papai Noel com a distribuição de brinquedos para as crianças.

Segunda Rodada da Copa Rural

No último domingo, dia 11, ocorreu a disputa da segunda rodada da 1ª Copa Rural de Candiota. Na ocasião, todos os jogos foram realizados no campo no Assentamento 22 de Dezembro.

A competição, que reúne atletas do interior do município, terá sua última rodada de 2011 disputada no próximo domingo, dia 18. Os confrontos serão no assentamento Santa Lúcia. O Campeonato será paralisado em função das comemorações do Natal e Ano Novo e retorna ao normal ainda no mês de janeiro.

RESULTADOS DA 2ª RODADA
Masculino Juvenil
22 de Dezembro 5 X 0 Rádio 96.1
20 de agosto 1 X 3 Sentinela da Madrugada
Paraíso 1 X 3 Tricolor da Santa Fé
Feminino Livre
Chave A: 22 de Dezembro 1 X 0 Força Jovem
Chave A: Radio 96.1 1 X 4 8 de Agosto
Chave B: Paraíso 2 X 0 Herdeiros de Pelé
Chave B: Santa Lúcia 2 X 1 Fãs do Futebol
Masculino Livre
Chave A: 8 de agosto 1 X 1 Cruzeiro da Madrugada A
Chave A: 20 de Agosto 0 X 6 Santa Lúcia A
Chave A: 22 de Dezembro 1 X 3 Atlético da Santa Fé A
Chave B: Juventus das 6 das Acácias 3 X 1 Paraíso B
Chave B: Rádio 96.1 1 X 0 Palmeiras B
Chave B: Real Madrid 0 X 4 Conquista do Cerro B

A culpa do mensalão é de ninguem

Por: Juremir Machado da Silva

Delúbio já disse que não foi ele.

Marcos Valério acha que é bode expiatório.

É verdade que cheira mal.

Agora vem o Duda Mendonça e garante, em bom português, que não foi “porra nenhuma” de mensalão.

Está provado. Não teve mensalão.

Ou a culpa homérica é de Ninguém.

Ninguém deve ser o codinome de algum laranja.

Na luta entre petistas e tucanos, está dando empate.

Saiu um livro contando podres da turma do Serra.

Parece que também aí o culpado é Ninguém.

Quando não é o Ninguém, aí é o Sistema.

Tudo esclarecido.

Enfim.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

10 Coisas que todo candidato deveria saber antes de criar um Blog Político

Um blog político é essencial em qualquer campanha política na internet bem sucedida.  O planejamento de açlões envolvendo o marketing político digital deve sempre incorporar essa ferramenta e integrá-la a outras, como por exemplo, outras mídias sociais como Twitter, facebook e Orkut. Coletamos algumas dicas para tornar um Blog Político mais interessante e dinâmico para seus respectivos leitores.


A linguagem do blog político
Mantenha uma linguagem informal com seus eleitores. Lembre-se que: um blog político é muito mais do que um espaço para propaganda é um canal de relacionamento e discussão. Essa é a base do marketing político digital.


A imagem do candidato no blog político
Imagem é a forma como um político se apresenta. Ela pode construir ou destruir sua carreira eleitoral, então trate de manter uma boa aparência e ser carismático e sem exageros. Saiba que postar fotos com crianças no colo e beijar velhinhas na rua não vão fazer Vossa Excelência ganhar as eleições. Energia, pré disposição, bom-humor e carisma sempre fazem um diferencial nesse quesito, pense nisso ao postar fotos.


Transparência é essencial
Seja o mais transparente possível, seria interessante achar informações como: gastos de campanhas, orçamentos futuros de projetos e obras do gênero, até mesmo explicações de pisadas de bola, tais como gafes e etc.


Informação
Antes de fornecer informação é primordial que todo político informe-se sobre a situação do país, principalmente nas áreas mais precárias tais como: educação, saúde, saneamento básico, segurança e etc. Se atualize para prover informação de qualidade e estar bem informado, isso lhe trará credibilidade.


Relacionamento com adversários
Não perca tempo falando mal de outros candidatos ou partidos, apenas monitore seus adversários e procure estar mais informado e a frente deles. Rebata as críticas com bom senso, se tiver que criticar algum candidato ou partido seja sutil.


Boatos fazem parte da campanha
Esteja certo de que boatos irão surgir, principalmente se a sua campanha de marketing político na Internet estiver indo bem. Se você for transparente e estabelecer um diálogo em seu blog com seus eleitores os boatos não passarão de boatos.


Propostas de campanha
Não faça promessas, mas sim, elabore propostas de preferência dentro de um planejamento com objetivos S.M.A.R.T – (S) Específico, (M) Mensurável, (A) Atingível, (R) Realista e (T) Tempo.


Interatividade, a essênia do marketing político digital
Interaja com os visitantes do seu blog, promova discussões e até mesmo encontro com seus eleitores, participe de mídias sociais e alimente o blog com aplicativos interativos que promovam debates online com os eleitores e vídeo chat.


Críticas
Críticas fazem parte da vida política. Infelizmente, a grande maioria dos políticos ainda não aprenderam a lidar com elas. Saiba que o maior vitorioso é aquele que consegue transformar um inimigo em amigo, por isso é importante deixar espaços para comentários, afinal as críticas mais importantes são as dos próprios eleitores.


Mensuração de resultados
Mensurar dados como visitação, quais os posts que tiveram maior aceitação, quais os que geraram mais “leads”, quais as comunidades que você obteve mais share, além do grau de aceitação ou de rejeição de suas propostas. Isso é de suma e primordial importância para ajustar sua campanha como de acordo com seus eleitores. Google Analytics e ferramentas de monitoramento de mídias sociais são essênciais.


Planeje cuidadosamente seu blog político para as próximas eleições e já terá meio caminho andado.


Fonte: http://www.cursodeecommerce.com.br

AEJE conquista municipal de futebol de campo 2011

Equipe venceu Candiota por 2 a 1 

A equipe da Associação Esportiva João Emílio (AEJE) conquistou, no domingo, dia 11, o Campeonato Municipal de Futebol de Campo 2011. O título de campeão veio após uma vitória de 2 a 1 sobre o Grêmio Candiota, em jogo realizado no campo do adversário.

A competição foi uma realização da Prefeitura de Candiota, por intermédio da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude.

O jogo 

Em um jogo disputado, o elenco visitante aproveitou-se dos contra-ataques. Foi assim que nasceu o primeiro gol, assinalado logo no início da partida pelo atacante Deibler. Ele venceu os zagueiros na velocidade, em jogada de profundidade, e tocou na saída do goleiro.

A equipe da casa teve maior posse de bola e pressionou bastante, mas sem sucesso nas finalizações. No começo da etapa final, mais uma vez, em jogada rápida, que surgiu ainda no campo de defesa, o AEJE marcou seu segundo gol, novamente com Deibler. Neste momento, o Candiota desestabilizou-se e acabou tendo dois jogadores expulsos em jogadas isoladas.

No final, o time da casa conseguiu diminuir depois de jogada individual do camisa 10, Coxa. Ele recebeu dentro da área, se livrou da marcação e tocou no canto do gol. E, por pouco, o Candiota não empatou em jogada de escanteio que parou no travessão.

Demais categorias 

Na ocasião, também, foram conhecidos os vencedores do certame nas categorias suplente, juvenil e veterano.

Na parte da manhã, Candiota e AMVO (Associação de Moradores da Vila Operária) fizeram um jogo disputado, entre os veteranos, que acabou em zero a zero. Nos pênaltis, então, o Grêmio Candiota venceu por 5 a 4.

As duas equipes retornaram a campo, no início da tarde, pela categoria juvenil. Novamente, o Candiota venceu. Desta vez, com mais tranquilidade: 4 x 1 no tempo normal.

Já entre os suplentes, quem comemorou foi a comunidade de Seival. A equipe do Santa Rosa, representante da localidade, não teve dificuldades para superar o elenco da AEJE ao golear por 4 a 0. O título foi bastante comemorado, com direito à volta olímpica.

Natal para Todos

A Prefeitura de Candiota divulgou, na sexta-feira, dia 9, a programação oficial do “Natal para Todos” – que acontece entre os dias 13 e 23 de dezembro, no município. As atividades serão desenvolvidas junto às comunidades de Seival, Vila Operária, João Emílio, 8 de Agosto, Residencial e Dario Lassance.

Em todos os dias haverá a tradicional chegada do Papai Noel, além de apresentações de mágica e teatro de fantoches para as crianças presentes. Organizado pela Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, as atividades culminarão com o show da banda Nenhum de Nós, no dia 23, às 20h, na Praça de Dario Lassance.

PROGRAMAÇÃO:
Dia 14 – Vila Operária
20h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;

Dia 15 – Seival
20h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;

Dia 16 – João Emílio
20h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;

Dia 19 – 8 de Agosto
20h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;

Dia 20 – Vila Residencial
20h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;

Dia 23 – Dario Lassance
18h – Chegada do Papai Noel e apresentações artísticas;
20h – Show Nenhum de Nós



Nenhum de Nós 
O grande show de fim de ano 

O show da banda Nenhum de Nós, que se apresenta no próximo dia 23, na praça central de Candiota, promete e gera expectativas.

Comemorando seus 25 anos de carreira, a banda gaúcha apresentou, sábado e domingo, pela primeira vez, o formato acústico de “Contos de Água e Fogo”. Os shows aconteceram no Teatro São Pedro, na capital gaúcha.

No palco, a banda mostrou as versões desplugadas para canções como “Outono Outono”, “Último Beijo”, “Pequena” e “Primavera no Coração”, além de clássicas do grupo. A banda, que desde abril está em turnê com o novo disco, também acaba de lançar uma revista contando a trajetória, com vasto material fotográfico.

Assista ao clipe oficial de “Último Beijo”: http://www.correiodopovo.com.br/ArteAgenda/?Noticia=369751

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Seleção de profissionais para atuar no SAMU de Pinheiro

A Prefeitura Municipal de Pinheiro Machado e Secretaria de saúde e Ação Social comunica aos interessados que estará recebendo currículos para a seleção

de profissionais para atuar no SAMU, as vagas serão destinadas a técnicos de enfermagem e condutor de veículo com habilitação D. Os interessados devem deixar currículo na recepção da Secretaria de Saúde de segunda a sexta-feira em horário comercial até o dia 15 de dezembro de 2011.

Palavra do Internauta

Não ramente, recebemos E-mail de Anselmo Malaguez, ex-secretário e ex-vereador do nosso município, dirigente partidário do PSB local, pessoa diferenciada do nosso meio político.

Esta semana, nos brindou com um extenso e interessante artigo, um verdadeiro “tratado político” escrito por Roberto Amaral, jornalista e cientista político, que discorre sobre a política mundial, a crise dos partidos e os movimentos sociais, que compartilhamos com os leitores do TC7, com a reprodução abaixo:
Mundo em crise, esquerda em crise, jovens nas ruas. E daí ?

“O dramático em face da crise do capitalismo não deriva, como tentam fazer crer os economistas midiáticos, de um ‘excesso de desregulamentação’. Com isso querem dizer que, resultado de ‘descuido’ de regulagem, a disfunção é corrigível pelos próprios operadores da miséria. Repitamos sempre: a crise é endógena, estrutural, donde sua disfunção sistêmica independer do neoliberalismo e de sua filha dileta, a hiperacumulação financeira especulativa. O mau é mesmo o capitalismo, e isso não tem cura. Mas, até aí, morreu Neves. O dramático, em face dessa crise que engolfa o mundo globalizado, é a apatia das esquerdas no Brasil e no mundo, responsável pelo escândalo político deste início de século: a vitória ideológica da direita.

É o que procuraremos expor.

Ainda com dificuldades para compreender a débâcle do ‘socialismo real’, a esquerda socialista não foi capaz de fugir da armadilha ideológica da direita– a introjeção da falácia do fim da História – e construir uma alternativa compreensível pelas grandes massas e exequível no horizonte das atuais gerações. Ao contrário, em alguns casos quedou-se na inação, para, noutros muitos, bater em retirada, como demonstra o destino no qual se imolaram os antigos grandes partidos comunistas, tanto do Leste, onde aparentemente estavam no poder, quanto do Ocidente.

Nunca será demais lembrar a que frangalhos foram reduzidas organizações de massa como o Partido Comunista Francês e, principalmente, o outrora tão promissor Partido Comunista Italiano, ‘o maior partido de massas do Ocidente’, inspiração da frustrada promessa do ‘eurocomunismo’. Nas pegadas dos comunistas ortodoxos caminharam partidos socialistas e socialdemocratas como o Partido Socialista Francês, o Partido Socialista Português e o Partido Socialista Operário Espanhol, apenas poucos mas significativos exemplos de renúncia a objetivos revolucionários. Na verdade, esses partidos transitaram da esquerda para o conservadorismo e, em alguns casos, terminaram no campo da direita. Lembremos apenas o triste destino do Partido Trabalhista inglês.

Nada obstante o estrondoso fracasso do capitalismo – fracasso econômico, político e moral – grande parte da imprensa internacional (o caso brasileiro é escandaloso) ainda se move segundo as regras da falecida Guerra Fria, gerando o discurso único que parece provocar rachaduras na formação ideológica dos doutrinadores da esquerda, assustada e pessimista quando sua essência é crer e realizar utopias.
Silente, a esquerda cruzou os braços. Assustada com a crise, assustada permanece diante da reação dos que ousam contestar o ‘sistema’. O fato objetivo, seja qual for o fenômeno detonador, é que o sistema não conhece oposição. E isto é talvez mais grave do que a crise em si.

Diante dos episódios da ‘primavera árabe’ e do ‘OcupeWall Street’, que se espalhou por todo os EUA e o mundo, a esquerda quedou-se perplexa, presa por um verdadeiro círculo de giz caucasiano, como paralisada pelo fim do ‘socialismo real’.

Mas a batida em retirada não encerra a tragédia toda, pois são exatamente os partidos de centro-esquerda que estão operando a política suja do neoliberalismo, impondo a suas populações o extenso catecismo das medidas recessivas de sempre, a redução dos direitos trabalhistas e previdenciários, e cortes nos programas sociais, conquistas alcançadas ao custo de longas lutas sociais que compreenderam, de par com a extrema exploração do braço humano, a repressão, o cárcere e o assassinato de milhões de trabalhadores em todo o mundo.

Bingo turma 300 do Jerônimo

A turma 300 da Escola Jerônimo está promovendo um Bingo de Eletrodomésticos para arrecadar fundos para a festa de formatura. Será amanhã no Clube Social e Recreativo Candiota, apartir das 20:30.


As cartelas estão a venda com os formandos nos valores de: UMA por R$3,00 DUAS por R$5,00.


Quem não puder ajudar comprando cartela pode nos ajudar comprando Rifa de um Ventilador, que será rifado no dia do Bingo. Valor do cupom R$1,00.