quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Legislativo pegando fogo

Estive na última segunda assistindo a primeira reunião ordinária do ano no legislativo. E no primeiro dia o bixo pegou.


Primeiro a renúncia do Vereador Valmir do cargo de vice-presidente. O mesmo usou a tribuna para justificar seu pedido, onde o mesmo disse ter se sentido traído pelo vereador Celso ao mudar o horário de funcionamento da Câmara sem consultá-lo. "Não quero entrar no mérito, mas sim no método utilizado", afirmou.  Segundo Valmir a mesa pluripartidária vinha primando pelo diálogo, mas que a confiança foi quebrada.
- "Efetuamos uma grande obra para receber a comunidade no legislativo e o presidente fecha a câmara".


E a novidade do ano foi o projeto de lei municipal  043/2012 que aumenta o salário dos vereadores de R$ 2.380,00 reais para R$ 4.008,00 reais, um aumento de 68,2% em 4 anos, mais que o dobro do aumento recebido pelos aposentados no mesmo período. E o projeto de resolução 049/2012 que fixa o valor das diárias para servidores e vereadores em o R$ 300,00 e ainda autoriza os vereadores a utilizarem seus veículos particulares em serviço com ressarcimento do valor do combustível. Ambos os projetos foram assinados pelos vereadores: Celso Santos - Presidente, Giselma Pereira - 1° Secretário e Guilherme Barão - 2° Secretário.


O vereador Valmir se absteve de assinar o projeto e disse que o mesmo não possui validade por não possuir assinatura do vice-presidente, ja que os projetos foram protocolados no dia 24 de fevereiro e se pedido de renúncia foi oficializado no dia 13 de fevereiro. "Não quero que esses projetos tramite com meu nome na casa",  declarou Valmir.


Dentro de alguns dias deve ocorrer uma nova eleição para escolher um novo vice-presidente. Se que o novo presidente vai assinar o projeto?


O debate promete. Estamos de olho!

Carnaval rua da João Emilio

No último domingo, dia 26, a Associação de Moradores da João Emílio (AMJE), em Candiota, promoveu uma festa de Carnaval de Rua. A atividade, que iniciou às 19h e se estendeu até à 1h desta segunda-feira, reuniu um público estimado foi de 600 pessoas. O evento contou com o apoio da Prefeitura de Candiota.

Conforme o presidente da AMJE, Gilmar Rodrigues de Moraes, a festa contou com a participação do bloco “Nóis Trupica Mais Não Cai”, além do Rei Momo e da Rainha da Diversidade e da Rainha e Princesa da Terceira Idade do município. “Esta é a primeira festa deste cunho realizada pela nossa gestão. Acredito que estava muito boa. Em virtude disto, quero agradecer a todos que ajudaram para o sucesso deste nosso evento”, disse. A atividade ainda contou com show da banda Pegada.

Novas instalações 


Também na oportunidade ocorreu a inauguração e apresentação da Biblioteca e do Telecentro da Associação. O espaço de informática conta com dez computadores conectados à internet. Uma parceria com a Prefeitura Municipal viabiliza o acesso à web. 

De acordo com Moraes, as novas instalações funcionarão três dias por semana, com datas e horários a serem definidos. Os novos espaços iniciaram o atendimento na segunda-feira, dia 27.

Provas para ingresso no EJA em Candiota acontecem na próxima semana

A Secretaria de Educação de Candiota informa que as provas para ingresso de novos alunos no EJA – Educação de Jovens e Adultos – serão realizadas nos dias 5 e 6 de março. Os exames serão aplicados a partir das 19h, junto à Escola Municipal Neli Betemps. Os conteúdos para estudo estão disponíveis, na instituição em questão, desde terça-feira, dia 28.

As aulas para os estudantes do EJA, do ensino noturno, da Escola Neli Betemps iniciam no dia 12 de março. Mais informações podem ser obtidas na instituição – que funciona no bairro João Emílio –, das 19h às 22h, ou pelo telefone (53) 3245 1324, no mesmo horário.

Uma luz no fundo do gasoduto

Por: Taylor Lima
Fonte: Editorial do Jornal Folha do Sul - 28/02/2012


Além do que já foi dito, a utilização do carvão em ciclo combinado com gaseificação de leito fluidizado integrado e captura de CO2, com redução das emissões de gases de efeito estufa acima de 50%, tecnologia já em desenvolvimento na China, Índia, Japão, Rússia, Austrália, Espanha, Holanda, Alemanha e EUA, aqui no Brasil, com carvões com alto teor de cinzas, não se mostra competitivo em custos com nossas alternativas de geração convencional, como a do gás natural. Ora, se não é fácil o caminho das pedras e nosso maior concorrente é o gás, não seria à hora de aderirmos a essa tendência?

Na pequena comunidade de Twin City, nos EUA, uma antiga usina a carvão teve suas instalações substituídas e convertidas para gás natural de ciclo combinado. A nova usina passou a produzir duas vezes mais energia e reduziu a emissão de dióxido sulfúrico, óxidos de nitrogênio, material particulado em mais de 90% e dióxido de carbono (CO2) em 66%, deixando-a mais limpa e com mais eficiência de energia, mudando o horizonte da empresa e moradores da cidade e região.

Ademais, se o horizonte energético de Brasil é o gás natural, porque não viabilizar o Gasoduto Cruzeiro do Sul, ou parte dele, projeto de desenvolvimento Energético do RS, elaborado para integrar Montevidéu, Rio Grande, Pelotas, Santa Maria, com um ramal para Candiota, e conectado-se ao gasoduto Brasil-Argentina e a grande Porto Alegre.

Pois acreditem, neste estudo, no item 9, lá ta escrito “ipsis litteris”:
“9 – USINA TERMOELÉTRICA DE CANDIOTA BI-COMBUSTÍVEL ?
Sim a usina termoelétrica de Candiota queima carvão. Suas instalações podem ser convertidas para queimar também gás natural, aumentando sua flexibilidade e potencial.” 



  Como diz Sérgio Godinho, poeta e compositor português, é difícil propor sem demagogia, retórica, conectado com a realidade e ligado nas dificuldades à enfrentar.

Reivindicar por reivindicar não resolve nada;
Contestar por contestar não resolve nada;
Indignar-se por se indignar não resolve nada;
Utopia por utopia não resolve nada.

É preciso que a reivindicação, a contestação, a indignação e a utopia sejam acompanhadas por um trabalho de construção de alternativas, que mostre um caminho de luz ao fundo do túnel, para merecer a adesão da comunidade e a credibilidade dos entes públicos e privados.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Movimento Pró-carvão vira piada

Quatro políticos se unirão para defender o carvão, com codinomes de autor desconhecido, identificados como:
TODO-MUNDO, ALGUÉM, QUALQUER-UM e NINGUÉM.

No grande movimento pró-carvão TODO-MUNDO tinha certeza que ALGUÉM iria conseguir.
QUALQUER-UM podia fazê-lo e NINGUÉM também.
ALGUÉM se zangou porque era um trabalho para TODO-MUNDO;
TODO-MUNDO pensou que QUALQUER-UM podia tê-lo conseguido e ALGUÉM imaginou que NINGUÉM também conseguiria.
No fim, TODO-MUNDO culpou ALGUÉM, quando NINGUÉM não conseguiu o que QUALQUER-UM poderia ter feito.
Foi assim que apareceu o DEIXA-ANDAR, um 5° Político para tentar evitar todos os problemas, inclusive às greves de fome.

E O POVO QUER SABER: Já não é hora de ALGUÉM explicar e que QUALQUER-UM comece a fazer qualquer coisa, já que criaram expectativas em TODO-MUNDO e que NINGUÉM é ingênuo.

Campeões da 1ª Copa Rural de Candiota


No último domingo, dia 26, foram definidas as equipes vencedoras da 1ª Copa Rural de Candiota. Promovida pela Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, a iniciativa reuniu atletas do interior do município, transformando-se em uma nova opção de lazer para a comunidade. 

Durante vários finais de semana, a população interiorana pode acompanhar as partidas realizadas em quase todas as localidades da zona rural. Ao todo, foram 29 equipes participantes entre as categorias Masculino Juvenil e Livre, e Feminino Livre. A competição mobilizou cerca de 300 profissionais, entre atletas e integrantes das comissões técnicas.

Ao final da Copa, a festa ficou por conta do Juventus das Seis das Acácias, campeão no Masculino Livre, do Paraíso, vencedor no Feminino, e do Tricolor da Santa Fé, pelo Juvenil.

Um resumo da competição, com os gols da última rodada, bem como dados completos referentes à 1ª Copa Rural de Candiota serão divulgados no decorrer desta semana.


Classificação final 
Juvenil Masculino 
Campeão: Tricolor da Santa Fé 
Vice-campeão: Paraíso 
3º: Sentinela da Madrugada 

Feminino Livre 
Campeão: Paraíso 
Vice-campeão: Santa Lúcia 
3º: Candiotense 

Masculino Livre 
Campeão: Juventus das Seis das Acácias 
Vice-campeão: Santa Lúcia 
3º: Atlético da Santa Fé

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Carnaval: Antecipado x Data Certa

Bom acredito que agora começando realmente o ano, esta sacramentado o que a maioria ja sabia sobre o carnaval em Candiota: A POPULAÇÃO de Candiota prefere o carnaval antecipado.


O movimento criado por algumas pessoas nomeado Unidos da Data Certa furou. Claro que agora o discurso será de que o foco não era somente o carnaval, que não são contra o carnaval antecipado, blá blá blá...


De tudo isso chego a seguinte conclusão:


O movimento criado não visava somente a alegria dos foleões, mas sim lucro e desgaste politico para o governo. A nota publicada pelo Presidente da CDL no Jornal Tribuna do Pampa, em alguns ítens mentirosa, assinada sem o conscentimento da diretoria da entidade, foi direcionada e mostra isso.


Acredito sim que deva haver uma opção de Carnaval em Candiota no feriado, mas como disse outras vezes aqui, na minha opnião não é obrigação do poder público. O governo deve incentivar iniciativas que atendam ao anceio da maioria da população e neste caso esta fazendo a coisa certa, apoiando o carnaval antecipado.


Vejo que os clubes sociais de Candiota, que estão na UTI devam chamar para sí essa responsabildiade e montar um projeto viável, sem utopias, e apresentar ao poder público. Tenho certeza que terá o apoio.


E vamos ser francos, 1 ou 2 dias de feriados prolongados durante o ano não vão salvar o comércio de Candiota. O mundo evolui e as pessoas devem crescer e aprender com esta evolução e não ficar somente chorando as pitangas, reclamando e procurando culpados para o próprio fracasso. 


Um feliz ano novo a todos!

Genoma Colorado em Candiota

No dias 3 e 4 de março (sábado e domingo) estará em Candiota o representante do SC Internacional de Porto Alegre, diretor Marco Antonio Gomes para tratativas da implantação do projeto Genoma Colorado através da Sociedade Esportiva Vila Airton em Candiota. 

Os contatos pelo diretor da SEVA , Wilson Chaves começaram em novembro do ano passado, até que passados períodos de férias, a agenda do Diretor do Projeto Social, reservou estes dias para visita a Candiota, onde estará tratando do assunto.


A partir desta próxima terça 28/2 abrem-se inscrições para a Escolinha de Futebol de Campo:
Dia 28/2 das 09:00 as 11:00 na sede do Vila Airton
Dia 29/2 das 09 as 11:00 no Plenário da Câmara de vereadores

Categorias: PRÉ MIRIM (SUB 9) – MIRIM (SUB 12)– INFANTIL(SUB 14) - JUVENIL (SUB 16)
Incrição deve ser efetuada por Pai, Mãe ou Responsável
Cópia da Identidade
1 Foto 3 x 4
Tx. Inscrição R$ 30,00

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Breve histórico da nossa Candiota - Ano 1952

Tribuna da Câmara Federal
Manifestação do Deputado Fernando Ferrari sobre o projeto nº 1.523-1/51

“Sr. Presidente, Srs. Deputados, é com particular agrado que ocupo, neste instante a tribuna a fim de debater um dos assuntos que interessam, profundamente, a zona sul do Rio Grande do Sul.

Há anos consecutivos, vários representantes, na assembléia gaúcha, e o humilde orador que lhes fala no momento, tratou desta questão de vital interesse para uma das zonas mais rica e mais prosperas do meu Estado, qual seja o aproveitamento efetivo do carvão do vale do Rio Negro, através de usinas construídas em cima de suas jazidas, na plenitude da sua rentabilidade econômica.

O projeto, como bem conhecem VV.EExª, trata de abertura de crédito de 105 milhões de cruzeiros – crédito esse elevado posteriormente pela comissão de Finanças para 150 milhões de cruzeiros – para a construção da usina de candiota, cuja a finalidade precípua será a eletrificação futura do ramal São Sebastião ao Porto de Rio Grande.

Já tive ocasião aqui de chamar atenção de VV.EExª, para a extraordinária reserva potencial de carvão do Vale do Rio Negro, cujas jazidas se entendem, por vasta zonas, a céu aberto convidando o homem a explorá-las, a fim de tirar delas a própria riqueza viva da Nação. As Minas, nessa região, segundo os cálculos técnicos de autoridades na matéria, possibilitarão uma exploração por mais de cinqüenta ou até cem anos.

Pois bem, senhores Deputados, a Usina de Candiota visa precisamente o aproveitamento das enormes jazidas que se estendem naquela região. Através dela poderá, em futuro próximo, a Viação Férrea do Rio Grande do Sul eletrificar o ramal que vai do entroncamento de São Sebastião até o Porto de Rio Grande.

Aqui neste mapa, V.Exªs. poderão ver, no extremo sul do Estado, quase junto a fronteira com o Uruguai, a sede futura da grande Usina que produzirá 20.000 Kws. E aqui em plano maior ou menos reto, o Porto de Rio Grande.”

Fonte: Diário do Congresso Nacional, de 02/02/1952, página 725.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Bom humor: afinal hoje é sábado

Em ritmo de Carnaval
Um bando de assaltantes invade a Avenida do Carnaval, onde estão muitas personalidades. Achando que não vão arrecadar muito mais, fizeram reféns o compositor da cidade, o vereador-abelha e Cipriano-Milagreiro (o pastor das causas perdidas) e mandam um recado à imprensa que querem um milhão de resgate.
 
As negociações deram em nada e eles tinham prometido matar os reféns se o pedido não fosse atendido.
Eles avisam os reféns que serão mortos, mas que seria concedido um último desejo a cada uma.
- O compositor da cidade diz que estava preparando um CD inédito para a festa e iria cantar as 14 músicas. Eu não gostaria de morrer sem cantá-las uma única vez! 

Os assaltantes dizem que concordam com isso e perguntam para o vereador-abelha qual o desejo dele.
- Vereador-abelha diz que tinha preparado um importante discurso PARA UM GRANDE AUMENTO DOS SALÁRIOS DOS VEREADORES e seria lido na festa e não gostaria de morrer sem antes declamar sua obra prima.
Os assaltantes dizem que também vão atender seu desejo e perguntam à Cipriano-Milagreiro qual será o dele.
O pastor das causas perdidas responde: 
- Olha, se vocês não se importarem eu gostaria muito de ser o primeiro a ser morto.
Dois amigos se encontram
- Você sabia que o vereador-abelha está hospitalizado? Comentou um deles.
- O cara ta mal, parece que nem dá para reconhecer direito.
- Não pode ser! Disse o outro.
- ainda ontem eu vi o vereador-abelha num baile de carnaval, tomando cerveja e dançando com uma loira.
- pois é a mulher dele também viu!


No próximo sábado entrevista com o vereador-abelha.
Ele diz por que bebe, fala da preocupação com os pobres, da qualidade da água, de futebol, diz que vai parar de beber... . Imperdível!

Secretaria de Educação divulga nota sobre período para matrículas e início das aulas

A Secretaria de Educação de Candiota emitiu, na sexta-feira, dia 24, uma nota detalhando o processo de matrículas junto à rede municipal de ensino.

Conforme o documento, as matrículas para Educação Infantil ainda podem ser efetuadas. Isto será disponibilizado no período de 28 de fevereiro até dia 2 de março, durante o turno da tarde, a partir das 13h, junto às instituições. O comunicado alerta, também, que as matrículas da Escola Gente Inocente deverão ser feitas no novo endereço da instituição, na rua 22, nº 417, na Vila Operária. O início das aulas da Educação Infantil está previsto para 5 de março.



Zona rural 

Para as instituições do interior, a nota informa que as Escolas de Ensino Fundamental Neli Betemps e Santa Izabel iniciam suas atividades com os alunos nesta segunda-feira, dia 27, em horário normal. Já as Escolas Rurais Santa Fé e Madrugada estarão recebendo matrículas até dia 2 de março, no turno da tarde, a partir das 13h30min.

Por fim, a Secretaria de Educação convida a comunidade escolar da Escola Madrugada para uma reunião na segunda-feira, dia 27, às 9h30, junto à instituição. O mesmo acontece na terça-feira, dia 28, às 9h30, junto na Escola Santa Fé, com a comunidade local.



Educação de Jovens e Adultos – EJA Escola Municipal Neli Betemps 

As aulas para os estudantes da educação de Jovens e Adultos –EJA- do ensino noturno da Escola Municipal Neli Betemps iniciam dia 12 de março. As provas para ingresso dos novos alunos na EJA serão dias 4 e 5 de março, às 19h. Os conteúdos estarão disponíveis na escola a partir de 28 de fevereiro. Maiores informações na escola no bairro João Emílio das 19h às 22h, ou pelo telefone 3245.13.24 no mesmo horário.

Sine Candiota divulga seleção de trabalhadores

O Sine de Candiota divulga que, na próxima terça-feira, dia 28, representantes da empresa Süd Metal estarão no município para efetuar a seleção de trabalhadores para atuarem na unidade de fundição de ferro de Sapiranga.

O processo de seleção acontece junto à agência do Sine. Segundo a coordenadora do local, Ana Paula Goveia, serão 60 vagas de emprego disponibilizadas para a função de auxiliar de produção. “Os interessados devem entregar currículo junto ao nosso estabelecimento e realizar cadastro, apresentando a Carteira de Trabalho”, informou.

Os selecionados para as vagas receberão benefícios como moradia, transporte seletivo, vale transporte, prêmio assiduidade, cartão benefícios, empréstimo consignado, assistência médica e odontológica, seguro de vida corporativo, restaurante e kit escolar.

A Agência da FGTAS/SINE Candiota, vinculada à Secretaria de Meio Ambiente, Indústria e Comércio, fica localizada na avenida Luiz Chirivino, nº 155, junto a Incubadora Industrial, em Dario Lassance, e atende das 8h às 14h36. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (53) 32458081.

A empresa
A Süd Metal é resultado da fusão de quatro grandes empresas do setor de fundição, forjaria, usinagem e chicotes elétricos: a Ferrabraz, a Fundição Becker, a Industec e a MSI. Somadas, representam uma tradição que alcança mais de 200 anos.

Em suas seis unidades, localizadas em São Leopoldo, Estância Velha, Sapiranga, Gravataí, Sapucaia do Sul, o grupo gera mais de 1,5 mil empregos diretos.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Frases da Semana

“Tenho em mãos um estudo do engenheiro josé do Patrocínio Mota, um desses técnicos que honram a cultura do Rio Grande do Sul e tem sido um dos entusiastas da exploração carbonífera no Vale do Rio Negro, um desses homens que foi, por assim dizer, um pioneiro, ao lado de outros dignos engenheiros do Rio Grande do Sul, em demonstrar que o carvão de minha terra, se bem que proferir, que tenha quantidade de resíduos, poderia muito bem ser aproveitado na boca da Mina através de usinas úteis ao Rio Grande e do Brasil”.
Dilermano Cruz, Deputado Federal, da tribuna da Câmara, defendendo a aprovação do projeto de lei (1523.1/51) para construção da usina candiota-I, no ano de 1951.

“O estado caminha para ser um grande pólo de energia eólica. Temos potencial para chegar a 10 mil megawatts”.
Beto Albuquerque, secretário estadual de Infraestrutura e Logística do RS, em 2012.

“O Brasil já teve um avanço significativo em biomassa e eólica e agora o foco deve ser em energia solar e proveniente dos oceanos”.
Izabela Teixeira, Ministra de meio Ambiente, em 2012.

“O prefeito de Candiota Luis Carlos Folador e, também, o nosso companheiro da CRM, José Lopes Tuca (Zecão), se propõem a fazer greve de fome em frente ao Palácio do Planalto para tentar demover a presidente no caso de uma decisão contrária aos interesses dos mineiros”.
Oniro Camilo, presidente do Sindicato dos Mineiros do RS, em entrevista ao Portal de Notícias (http://www.portaldenoticias.com.br/index.htm), sobre o futuro do carvão mineral, em 2011.

“La verdad puede eclipsarse pero no extinguirse”.
Tito Lívio, escritor e pensador romano.

Solenidade marca início do ano letivo em Candiota


O plenário da Câmara de Vereadores de Candiota foi palco, na quinta-feira, dia 23, da solenidade oficial de abertura das atividades referentes ao ano letivo da rede municipal de ensino em 2012. O ato, promovido pela Secretaria de Educação, teve palestras e reunião entre os gestores e a equipe de profissionais das escolas do município.

A abertura contou com a presença de diversas autoridades. Logo depois do ato, a psicóloga e Mestre em Educação, Cláudia Corral, ministrou a palestra “A Ética e a Estética da Professoralidade”. Na sequência, debates motivacionais e com temas da atualidade também foram apresentados.

O secretário de Educação de Candiota, João Roberto da Costa, avaliou a importância da preparação para o início das atividades. “É de suma importância essa troca de informações entre os profissionais para que possamos lograr êxito em um todo. Seja com o professor ou com o cidadão que está se formando”, comentou ao citar que “o ensino é um processo de transmissão e retorno de conhecimento”.

As aulas da rede de ensino em Candiota terão início na próxima segunda-feira, dia 27 de fevereiro.

Concurso do PIM de Candiota registra 361 inscritos

O concurso que destina 14 vagas para visitadores e duas para monitores do Programa da Infância Melhor (PIM) de Candiota encerrou o prazo para inscrições no último dia 17. Ao todo, conforme dados da Secretaria de Administração e Finanças (SAF), foram registrados 361 candidatos para o certame. O processo também prevê dois postos para o cargo de agente de saúde.

O salário base para os selecionados varia de R$ 722,10 a R$ 840,68, conforme o cargo. A carga horária prevista para cada uma das funções é de 40 horas semanais, inclusive em regime de plantão e trabalho em domingos e feriados.

A publicação oficial das inscrições, com o número de candidatos por vaga, deve ser divulgada na próxima terça-feira, dia 28. O dia seguinte será destinado para solicitação de recurso por parte dos candidatos. A homologação final dos inscritos, por sua vez, está prevista para o dia 6 de março, conforme estipulado no edital do concurso.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Eleições 2012 com ficha limpa


A arte do desapego


Falamos tanto em preparar o futuro para que ele seja sempre melhor que o passado, mas para que isso seja possível, precisamos praticar a “arte do desapego”. Isso mesmo! Desapego significa nos libertarmos de algumas coisas, por exemplo: velhas ideias, pensamentos que sempre nos levam ao mesmo lugar.

E para começar esta “faxina” de pensamentos, experimente começar pela sua casa, pelo seu escritório. Elimine objetos, papéis, tire para fora das gavetas e armários tudo o que guardou por vários anos imaginando que um dia irá precisar, mas que está ali "intocável", sendo que na verdade não terá a menor utilidade para você. Quantas coisas que nós guardamos sem necessidade, mas que estão ocupando um espaço onde poderiam estar coisas novas e muito mais úteis. A sensação de conseguir fazer isso, é o primeiro passo para o desapego.

O mesmo vale para os assuntos mal resolvidos, coisas que aconteceram e que não agregam em nada para nós recordarmos. Decepções, mágoas, tristezas, perdas, projetos que não deram certo, enfim. É preciso nos reciclar! Encerrar ciclos! Ocupar nosso corpo e mente com coisas úteis, relevantes para nós. É projetar o futuro, sem aquela habitual expressão: “Mas as coisas sempre foram assim por aqui”.

Comece a mudança por você, com a atitude de mudar o ambiente a sua volta, ao invés de ficar tentando mudar as outras pessoas. Faça isso e verá o resultado!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Brasil puxa crescimento de energia eólica no mundo

RS possui potêncial de 10 mi megawatts e Hulha Negra je tem estudo para um parque eólico de 30Mw


Usina de energia eólica no Ceará. A energia dos ventos pode reduzir emissão de 10 bilhões de toneladas de CO2 até 2020. Greenpeace/Flávio Cannalonga.

O Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) publicou, no último dia sete, os dados atualizados de energia eólica referentes ao ano de 2011. Como tem sido o costume durante a última década, a fonte continua crescendo. O total de parques eólicos instalados no mundo apenas no ano passado foi de 41 mil MW, o que equivale a três usinas de Itaipu.

A China continua sendo o líder global, com um total de 62 mil MW em parques eólicos e um crescimento de 47% no último ano. O Brasil apresentou taxa até maior de crescimento (63%), saindo de 927 MW para 1.509 MW nos últimos 12 meses.

Este crescimento coloca o Brasil entre os 20 maiores geradores de energia eólica no mundo e se deve principalmente ao Proinfa, programa federal de incentivo às fontes renováveis de energia. No entanto, hoje com o custo de geração eólica mais baixo do mundo e leilões contratando mais de 7.000 MW da fonte, o grande boom de eólica no Brasil ainda está por vir, o que deve posicionar o país entre os dez maiores geradores até 2015.

RS tem potencial para 10 mil megawatts:

Com relação ao Rio Grande do Sul, segundo o secretário de Infraestrutura e Logística, Beto Albuquerque, “o estado caminha par ser um grande pólo de energia eólica. Temos potencial para chegar a 10 mil megawatts”, disse.

Além dos parques já em operação, a Odrebrech Energia, tem planos de investir R$ 400 milhões na construção do Parque Eólico da cidade de Rio Grande, com capacidade de gerar 117 megawatts e criar 600 empregos.

Já o vice-governador do RS, Beto Grill, liderou uma missão que foi ao Uruguai, na última semana, para debater sobre energia eólica e estabelecer um cronograma de ações para 2012.

No encontro ocorrido no dia 12 de janeiro, foi definida uma política conjunta que permita uma grande escala de produção de energia eólica. Para o vice-ministro da Industria, da Energia e da Mineração (MIEM) do Uruguai, Edgar Ortuño, esse foi mais um passo para o aprofundamento da cooperação, “e isso se dá em área importantes e estratégicas para os dois territórios que, elem de melhorar a capacidade de energia no Brasil e no Uruguai, contribuem para o cuidado com o meio ambiente”, disse. 

Hulha Negra já tem projeto de energia eólica

 Localização exata do parque. Fonte: Google Maps.

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), elaborou análises preliminares de implantação de um Parque Eólico no Município de Hulha Negra.

A partir do Atlas Eólico do Rio Grande do Sul, foi buscado áreas de ventos expressivos a 100 metros de altura, perto de linhas de transmissão, de subestações e facilidade de transporte dos componentes. Com essas características Hulha Negra-RS foi o município escolhido.

O futuro parque fica, aproximadamente, 2 km a leste de Hulha Negra, na encosta sul da BR-293, numa altitude média de 230 m., com uma velocidade média dos ventos de 8,5 m/s.

O projeto, com potencial nominal de 30 MW, trabalha com a instalação de 16 máquinas Vestas V90 1.8 ou 15 máquinas Enercon E-82.

O estudo, disponibilizado em dezembro de 2009, conclui que Hulha negra tem ótimas condições de vento para energia eólica, além das referentes à rede elétrica e transporte.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Projeto de energia solar é incentivado por Fundo do Governo Federal



Após inauguração da usina Solar de Tauá, no Ceará, MPX (Eike Batista) se prepara para instalar unidades solares em novos Estados do Nordeste
Investimentos em energia solar terão o maior incentivo nas linhas de crédito do Fundo Clima, que acumula R$ 560 milhões para ações de mitigação e adaptação ao aquecimento global. O anúncio foi feito ontem pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, responsável pela operação dos recursos reembolsáveis.

"O Brasil já teve um avanço significativo em biomassa e eólica", disse Izabella, ao afirmar que agora o foco deve ser em energia solar e na proveniente dos oceanos. A taxa de juros do fundo para investimentos nessas renováveis é a mais baixa: de 2,5% a 5,6% ao ano - redução de 4,9 pontos porcentuais em relação à taxa usualmente cobrada pelo BNDES. Nos caso da energia gerada com base no uso de biomassa e vento, a nova taxa varia de 6,4% a 9,5% ao ano. A decisão é um passo importante para incentivar empresas a desenvolverem tecnologias em energia limpa.

Izabella estimou investimentos de R$ 1 bilhão até 2014 - os recursos são provenientes da parcela de até 60% da Participação Especial do Petróleo recebida pelo ministério. É um dos instrumentos do governo para cumprir o compromisso voluntário do País de reduzir entre 36,1% e 38,9% as emissões de gases-estufa projetadas até 2020.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo e site do Greenpeace.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Breve histórico da nossa Candiota - Ano 1952

Tribuna da Câmara Federal
Manifestação do Deputado Dilermano Cruz sobre o projeto nº 1.523-1/51

“Sr. Presidente, Srs. Deputados:
A União vai empregar R$ 150.000.000,00 na construção da usina de candiota, mas este dinheiro voltará aos seus cofres face ao regime de exploração em que se encontra a Viação Férrea no Rio Grande do Sul.

Como sabem os senhores esta Viação esta alugada ao Rio Grande do Sul, que a explora. Reza o contrato respectivo que os prejuízos e os lucros serão distribuídos 50% a cada parte contratante.

Ora, a Viação Férrea do Rio Grande do Sul a despeito das providências governamentais no sentido de diminuir-lhe o déficit a Viação Férrea do Rio Grande do Sul, por motivos que não cabe analisar aqui, dá um déficit anual de cerca de 40 a 50 milhões de cruzeiros ao governo da União e ao do Estado. Se diminuirmos o custo da manutenção de seus serviços, se aumentarmos a sua receita através da eletrificação de certos trechos e da planificação de vários traçados, se conseguirmos fornecimento de carvão em condições mais econômicas, evidentemente estaremos direta e indiretamente defendendo o próprio patrimônio nacional, por que, em vez de déficit, a Viação Férrea terá lucro e, em vez de participar a União desse déficit, passará a participar diretamente dos lucros.

Tenho em mãos um estudo do engenheiro José do Patrocínio Mota, um desses técnicos que honram a cultura do Rio Grande do Sul e tem sido um dos entusiastas da exploração carbonífera no Vale do Rio Negro, um desses homens que foi, por assim dizer, um pioneiro, ao lado de outros dignos engenheiros do Rio Grande do Sul, em demonstrar que o carvão de minha terra, se bem que proferir, que tenha quantidade de resíduos, poderia muito bem ser aproveitado na boca da Mina através de usinas úteis ao Rio Grande do Sul e do Brasil.

Este engenheiro prova com documentos insofismáveis que a Viação Férrea do Rio Grande do Sul, através da usina de candiota terá, anualmente, apenas neste traçado, a ser eletrificado, uma economia de combustível de 25 milhões de cruzeiros.

Quer dizer, srs. Deputados, que atualmente o custo do combustível para produzir um cavalo hora nas locomotivas da Viação Férrea, no trecho Bagé-Rio Grande, é de 73 centavos. Com a eletrificação do trecho o custo do cavalo hora nas locomotivas da citada empresa será, apenas, de 10 centavos.

Assim, o governo da União e do Estado economizarão 25 milhões de cruzeiros, isto apenas num trecho de cera de 200 e poucos quilômetros, importância que corresponde a metade do déficit atual da Viação Férrea em todo um anos.

Já por esses elementos técnicos, precisos e convincentes, verificam os srs. Deputados a grande utilidade do empreendimento, a grande necessidade da usina e a alta rentabilidade de ver o Governo Federal, em apoio dessa obra, que faz parte direta e indiretamente, do plano de eletrificação do Governo do Rio Grande do Sul, visando incrementar a exploração dos seus recursos e fazer com que, realmente, o Brasil tenha suas fronteiras econômicas estendidas até suas fronteiras geográficas consolidadas.

O Rio Grande do Sul, como sabem os dignos parlamentares, continua a levar avante o seu notável plano de eletrificação, que se compõe de usinas termo-elétricas e hiro-elétricas.

As primeiras plantas serão: uma em São Geronimo, que possui carvão de melhor qualidade do que do vale do Rio Negro, portanto na proximidade de Porto Alegre, e a outra na região de candiota.

Estas duas termo-elétrica servirão ora para fornecer energia às cidades, ora para eletrificação de ramais ferroviários. Ambas visam dar o carvão riograndense pleno aproveitamento.”
Fonte: Diário do Congresso Nacional, de 02/02/1952, página 726.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Bom humor: afinal hoje é sábado

Vereador Abelha IV

O vereador-abelha chega em casa bêbado (outra vez) e a mulher pergunta:
- Foi bebe?
Ele responde:
- Fui, fui bebe, fui criança, fui adolescente, fui adulto e agora sou vereador!

Prova de ciclismo de longa distância


Com o objetivo de divulgar a primeira edição de provas de ciclismo de longa distância a ser realizada na região da campanha, os ciclistas Pedro Regert e Heron Regert, respectivamente diretor e assistente do evento, acompanhados do ciclista  Candiotense, Waldemar Fagundes, visitaram na manhã de sexta-feira, dia 17, a Prefeitura de Candiota. O grupo foi recepcionado pelo prefeito em exercício, Paulo Brum.

Denominado “Audax Randonnée Bagé 200 Km”, o evento de origem francesa possui homologação com a instituição Audax Club Parisien e conta com a organização do Clube Audax Bagé. A prova tem como maior adversário o próprio atleta, já que é um evento ciclístico fora do formato competitivo. A prova será realizada no dia 4 de março, com largada do Posto Jardim do Castelo, em Bagé, às 6h, terá passagens pelas cidades de Hulha Negra, Candiota e Pinheiro Machado.

Pedro Regert solicita para que as pessoas das cidades por onde os ciclistas passarão se envolvam. “É muito interessante ver as pessoas envolvidas, colaborando conosco oferecendo água e comida para os ciclistas, já que é uma prova intensa e de superação”. Regert alerta também para os cuidados com o trânsito: “no dia da prova é preciso que os motoristas fiquem atentos para que possamos realizar uma prova tranquila”. Os interessados em participar poderão efetuar a inscrição ou obter mais informações no site http://clubeaudaxbage.blogspot.com

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Frases da Semana

"Neste período, que destinarei para descanso e compromissos com minha famíli, fico tranquilo. Tenho total confiança na responsabilidade do Paulo (Brum) perante os encargos da prefeitura."
LUIZ CARLOS FOLADOR, prefeito de Candiota referindo-se ao seu vice-prefeito.

"Para subir no conceito de alguém é preciso antes percorrer uma escala imaginária. Um exercício que não exige força física, mas muita força de vontade."
PAULA GAONA, pensadora e redatora na LAB SSJ.

"A cada ano o Carnaval Antecipado esta melhor. A aceitação da comunidade ocorreu desde a primeira edição. Com isto, vemos pessoas de outras localidades da região aqui, também festejando."
GIL DEISON PEREIRA, secretário de Cultura, Turismo, Esporte e juventude de Candiota.

"No carnaval e na política a história da fantasia é a própria fantasia da história."
ANTÕNIO BOTELHO FOCINHEIRA, citado por lucabarbabianca.zip.net.

Aprovada a Lei da Ficha Limpa

O projeto de iniciativa popular – 1,3 milhões de assinaturas de eleitores brasileiros – que instituiu a Lei da Ficha Limpa no Brasil é constitucional e vale já para as eleições municipais deste ano.


Ontem(16),mesmo antes de o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal terminar, seis votos (maioria), ja garantiam sua constitucionalidade.



Na retomada do julgamento, esta quinta-feira, seis ministros apresentaram seus votos: Ricardo Lewandowski, Carlos Ayres Britto, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello, além do presidente do STF, Cezar Peluso. Lewandowski, Britto e Marco Aurélio seguiram o ministro Joaquim Barbosa, que votou pela constitucionalidade da lei.


Ministra Rosa Weber Candiota
Também votaram pela aplicação da Ficha Limpa o relator da matéria, ministro Luiz Fux, além de Carmem Lúcia e Rosa Weber Candiota– cujo voto praticamente definiu o julgamento, uma vez que a posição dos outros cinco ministros favoravelmente à aprovação da lei já era conhecida. Foram contrários à Ficha Limpa os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Celso de Mello e Cezar Peluso.



O projeto Ficha Limpa é uma campanha da sociedade civil brasileira com o objetivo de melhorar o perfil dos candidatos e candidatas a cargos eletivos do país. Para isso, foi elaborado um Projeto de Lei de Iniciativa Popular sobre a vida pregressa dos candidatos com o objetivo de tornar mais rígidos os critérios de quem não pode se candidatar - critérios de inelegibilidades. 


Clique aqui e acesse a lei completa.

Protesto contra 'imperialismo' é obstáculo à expansão

Por: Fabiano Lacombe

Embora os países com os quais o Brasil negocia sejam favoráveis ao "compartilhamento energético", organizações de defesa de direitos civis nesses países acusam o Brasil de "imperialismo". 

As maiores frentes de resistência estão no Peru, onde o governo teve de retirar uma cláusula do projeto que será enviado ao Congresso, prevendo que o Brasil importaria quase toda a energia gerada pela usina de Inambari, nos primeiros anos. Agora, o Brasil ficará com um terço e com a opção de importar mais caso não haja demanda interna no Peru. Os ambientalistas peruanos criticam ainda a "exportação" para lá do passivo ambiental brasileiro (prejuízos ao ambiente, caso o país construísse as usinas planejadas para o Peru em seu próprio território). 

Parte das obras no Peru será financiada com recursos do BNDES, que também liberou dinheiro para a construção da hidrelétrica de Tumarín, na Nicarágua. Ambos são projetos com a participação da Eletrobras. (Folha de São Paulo – 14.02.2012).

Fonte: site do GESEL-Grupo de Estudos do Setor Energético (UFRJ)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Crise interna no Legislativo

Na última segunda-feira estive assistindo a sessão representativa da câmara de Candiota que no ano de 2012 esta sendo presidida pelo Vereador Celso Santos (PDT) para saber como andam as coisas no legislativo. 


E o que se escuta pelos corredores é que o presidente e o vice, Vereador Valmir Cougo (PT), estão em pé de guerra, onde o vice, Valmir, ameaça inclusive renunciar ao cargo na mesa diretora. Motivo: A troca do horário de funcionamento da Câmara que foi alterado pelo Vereador Celso, a pedido dos funcionários, passando a ser novamente só a tarde, das 12:30 as 18:30.


Tão logo assumiu a presidência da Câmara em 2010, o vereador Valmir alterou o horário de funcionamento da Câmara passando o o atendimento do legislativo para dois turnos: Na parte da manhã das 8h às 12h e a tarde das 13h às 17h30min. “E nosso trabalho não será apenas discurso. Precisamos que a população perceba que o Legislativo exista e que este possa estar presente em suas vidas”, destacou Valmir em seu discurso de posse.


Em 2011 o então presidente vereador Juliano Corrêa manteve o horário estipulado por Valmir.

Não exportamos passivo ambiental, diz MME

Por: Fabiano Lacombe
O governo nega que as usinas no exterior sejam "plano B". O Ministério de Minas e Energia diz que o aumento de capacidade do sistema será suprido por novas usinas em território nacional até 2020. Ainda segundo o governo, a construção de usinas no exterior faz parte de uma estratégia de integração energética da América Latina com o objetivo de eficiência de custos. Cálculos da Eletrobras indicam que o "compartilhamento" energético poderia gerar economias de R$ 1 bilhão ao ano aos consumidores "integrados".

O governo nega as críticas de que estaria exportando "passivo ambiental" ou implementando uma "política imperialista". Por meio de sua assessoria, a Eletrobras também refuta as acusações de ambientalistas, dizendo que só vai participar de projetos que respeitem a legislação ambiental dos países envolvidos e as posições das comunidades locais. Ainda segundo ele, a América Latina dispõe de 18% do potencial hídrico do planeta e somente 24% dele está explorado. " (Folha de São Paulo – 14.02.2012).

Fonte: site do GESEL- Grupo de Estudos do Setor Energético (UFRJ)

Nova Escola Infantil de Dario Lassance - Quase lá

Desde semana passada, já são executados os primeiros trabalhos na estrutura de cobertura da nova Escola Infantil de Dario Lassance, em Candiota. A obra, orçada em mais de R$ 1,3 milhão, deve ser concluída no primeiro semestre deste ano.

Como lembra a engenheira civil da Prefeitura, Ediane Chiapinotto Rockenbach, o empreendimento em questão sofreu com atrasos devido a problemas com a primeira empresa responsável pelos trabalhos. Perante isto, uma nova licitação foi aberta selecionando uma nova construtora. “A obra está com aproximadamente 30% dos serviços medidos para o contrato atual, ou seja, não está incluso o percentual de serviços já executados no contrato anterior, que foi de aproximadamente 22%”, relata.

Responsável pela última medição realizada na obra, Ediane avalia que, contudo, “há uma boa evolução no andamento dos trabalhos, visto os bons percentuais de execução em determinados serviços como cerca de 60% das estruturas”. Ela ainda cita a parte de arquitetura, que atingiu aproximadamente 66% em vedações, 15% em revestimentos de paredes e tetos e, ainda, 70% de implantação do muro de fechamento externo.

A empresa responsável pelos atuais serviços é a Conser Construtora Ltda. O investimento é de R$ 1.301.772,88, com recursos do Ministério da Educação, mais contrapartida da prefeitura. O projeto engloba um bloco administrativo, bloco de serviços, blocos pedagógicos e pátio central e pretende garantir o atendimento de mais de 200 crianças.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Brasil quer acelerar usinas em vizinhos para garantir energia

Por: Fabiano Lacombe
Construção de hidrelétricas em países amazônicos, com financiamento do BNDES, é plano B para atrasos. Preço da energia gerada no Peru seria um terço menor do que a brasileira; Eletrobras faria conexão regional. Existem negociações com Uruguai, Argentina, Peru, Bolívia e Venezuela para novos empreendimentos (não somente hidrelétricas). Colômbia, Guiana e Suriname mantêm conversas.

Só a Eletrobras pretende acrescentar 18 GW ao sistema com unidades no exterior até 2020. Essas usinas estarão interligadas por 10 mil quilômetros de cabos. Juntas, essas obras consumirão recursos de pelo menos R$ 58 bilhões e o BNDES poderá financiar a totalidade desses empreendimentos, desde que sejam controlados por empresas nacionais.

 No Peru, onde o potencial hídrico é praticamente inexplorado, o MWh de energia gerada por Inambari custaria US$ 52. Em Cachuela Esperanza, na Bolívia, sairia por US$ 58. Caso fossem implantadas no Brasil, o MWh custaria US$ 77, segundo projeções da consultoria PSR. (Folha de São Paulo – 14.02.2012);

Fonte: site do GESEL- Grupo de Estudo do Setor Energético (UFRJ)

Copa Rural de Candiota tem seus primeiros semifinalistas

No último domingo, dia 12, foi realizada a primeira rodada referente à fase eliminatória da 1ª Copa Rural de Candiota. As disputas, que reuniram 16 equipes, ocorreram, de forma inédita, junto à Prainha do município. Na oportunidade foram definidos os semifinalistas nas categorias Masculino e Feminino Livre.

No Feminino, os resultados foram os seguintes: 22 de Dezembro 1 x 2 Fãs do Futebol; Oito de Agosto 3 x 4 Candiotense; Força Jovem 1 x 2 Santa Lúcia; e Vitória da Madrugada 0 x 4 Paraíso.

Já no Masculino, os confrontos tiveram Santa Lúcia 5 a 2 no Real Madrid; Atlético da Santa Fé 4 a 3 no Paraíso; Juventus das Seis das Acácias 3 a 1 no Cruzeiro da Madrugada. Ainda houve o empate em 4 a 4, entre 22 de Dezembro e Conquista dos Cerros. Nas penalidades, vitória de 3 a 2 para o 22.

Todos os vencedores garantiram vaga para as semifinais. Na próxima rodada acontecem os jogos válidos pela categoria Masculino Juvenil. A data, horário e o local, bem como os confrontos, serão divulgados nesta semana.

Concurso de monitores e visitadores do PIM de Candiota

Desde segunda-feira, dia 13, estão abertas as inscrições para o concurso público para contratação de monitores e visitadores do Programa Infância Melhor (PIM) de Candiota. O pleito também prevê vagas para agentes de saúde.

O processo seletivo é uma realização a Prefeitura de Candiota. Como lembra o secretário de Administração e Finanças, José Carlos Granato, o prazo para a efetivação da inscrição encerra já nesta sexta-feira, dia 17. Para se inscrever basta comparecer junto ao órgão municipal – na rua Ulysses Guimarães, nº 250, Dario Lassance –, das 8h às 14h. Todos os candidatos devem apresentar Carteira de Identidade e CPF (originais e cópias), além de comprovante de residência. Não há custo na inscrição.

A prova objetiva referente ao pleito, por sua vez, será aplicada no dia 18 de março de 2012, em local e horário a serem divulgados posteriormente por edital. O exame, de caráter eliminatório e classificatório, será constituído de 40 questões, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática e 20 de conhecimentos específicos.
Vagas 

O concurso destina 14 vagas para visitadores, duas para monitores (ambos do PIM) e mais duas vagas para o cargo de Agente de Saúde. Para as funções de Agente e Visitador a escolaridade exigida é o Ensino Fundamental Completo. Já, para monitor, é necessário o Ensino Médio.

O salário base para os selecionados varia de R$ 722,10 a R$ 840,68, conforme o cargo. A carga horária prevista para cada uma das funções é de 40 horas semanais, inclusive em regime de plantão e trabalho em domingos e feriados.

Clique aqui para acessar o edital.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Inter de Candiota e Grêmio Bagé

O Interzinho de Candiota realizou na última sexta-feira(10), mais um amistoso na vizinha Bagé. Depois de enfrentar a equipe do Guarani o Colorado Candiotense jogou contra o Grêmio Bagé e depois de sair perdendo por 2 a zero para o Jalde Negro Bageense empatou o jogo e por pouco não virou. Uma grande partida. A escolação do Inter foi:


Dedé, Dica, Guilherme Barão, Pablo, Tiago(Gustavo Chaves), Jorge(Wilsinho), Miro, Gil Deison, Juliano Corrêa, Gariba e Adilson.

Folador em férias por dez dias

Desde ontem, segunda-feira, dia 13, até 23 de fevereiro, o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, está em período oficial de férias. A transmissão do cargo de chefe do executivo, ao vice-prefeito Paulo Brum, aconteceu no último dia 9.

Na ocasião, Folador salientou, em rápida fala, a boa relação existente entre ambos como um fator essencial para o bom andamento dos projetos da Administração Municipal. "Neste período, que destinarei para descanso e compromissos com minha família, fico tranquilo. Tenho total confiança na responsabilidade do Paulo (Brum) perante os encargos da Prefeitura", destacou.

Vereador abelha perde controle de carro e invade casa em Tramandaí

Teste de etilômetro apontou álcool por litro de sangue maior do que o permitido 

Um vereador de São Sebastião do Caí perdeu o controle da caminhonete que conduzia e invadiu uma casa em Tramandaí, no Litoral Norte gaúcho, na manhã do último domingo. Conforme a Polícia Civil, Paulo Sérgio Coelho (PP) derrubou o portão da residência localizada na avenida Flores da Cunha e parou ao colidir com uma palmeira.

A Brigada Militar foi acionada pela moradora do local e realizou o teste de etilômetro, que apontou 1,09 mg de álcool por litro de sangue. O máximo permitido pela legislação é 0,3 mg/L.

Encaminhado à Delegacia de Polícia do balneário, o vereador foi autuado, pagou fiança de R$ 3.110 e foi liberado.

Fonte: Correio do povo.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Carnaval Antecipado de Candiota reúne seis mil pessoas


Diante de tudo que se falou até o final de semana o carnaval antecipado de Candiota provou que é um sucesso e que a maioria Curti não só no facebook.

Entre os dois dias, o número estimado de público, entre foliões e expectadores, foi de seis mil pessoas, conforme dados preliminares da Comissão Organizadora.

A festividade, realizada antes da programação nacional, é promovida no município há seis anos. A ideia surgiu a partir dos integrantes de entidades carnavalescas existentes que, durante o cronograma oficial, podem levar seus blocos para outras cidades da região.

De acordo com o secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, Gil Deison Pereira, a grande participação de público demonstra a iniciativa acertada de antecipar as comemorações de carnaval na cidade. “A cada ano, o Carnaval Antecipado está melhor. A aceitação da comunidade ocorreu desde a primeira edição. Com isto, vemos pessoas de outras localidades da região aqui, também festejando”, argumentou. Ainda, conforme ele, os bons resultados são importantes para que novos investimentos possam ser feitos para os próximos anos, visando garantir novas melhorias, tanto em infraestrutura como na parte artística.


Neste ano, o desfile dos blocos carnavalescos ocorreu junto à Avenida 24 de Março. Nas duas noites, representantes do Vem Quem Quer, Los Corvos, Nóis Trupica, Ferraz, Negrinho do Pastoreio, Expulsos e Forever Alone desfilaram na pista. Além destes, o grupo de idosos Saber Viver levou seus integrantes para a avenida, nos dois dias. No sábado, o bloco Escuela de Camdonbe, de Cerro Largo, no Uruguai, também integrou os festejos.

Em ambos os dias, após os desfiles, os presentes puderam festejar em um baile de rua com shows musicais, realizado junto à praça do bairro.

Com todo o sucesso do Antecipado, até acho que deva haver Carnaval na Data Certa, mas isso não é obrigação do poder público. O poder público ja fez a sua parte e deve incentivar e apoiar projetos viáveis e que venham ao encontro do desejo da maioria, mas creio que a responsabilidade deva ser das entidades sociais (clubes) que a alguns anos não realizam eventos e apenas alugam seus espaços para servir refeições.

Depois da grande festa que se viu na praça de Dario Lassance neste final de semana fica provado que foliões e blocos preferem o antecipado à data certa.

Fotos: Felipe Valduga

Documentário sobre extração de carvão


O secretário de Meio Ambiente do Município de Candiota, Aroldo Quintana, esteve nesta quinta-feira, 09, na sede  da Companhia Riograndense de Mineração (CRM), em Porto Alegre, para apresentar um novo projeto. Trata-se da realização de um vídeo-documentário sobre a as ações que a CRM e outras empresas da região têm desenvolvido para reduzir dos danos ambientais resultantes da extração de carvão mineral.
Para o presidente da CRM, Elifas Simas, que recebeu o secretário, a proposta é muito relevante no sentido de divulgar as ações do setor.  “Estou muito satisfeito com o projeto apresentado pelo secretario, pois demonstra que podemos evoluir muito com esta parceria nos próximos meses, atendendo aos aspectos e necessidades ambientais da região de Candiota”, destacou.


A proposta foi desenvolvida pelo Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento Integral (CEADI) juntamente com a prefeitura de Candiota. O secretário busca o apoio da Companhia para patrocínio e depoimentos de técnicos e outros profissionais que constarão no documentário.
Segundo o diretor executivo da CEADI, Cláudio Bitencourt, que também participou da reunião, o documentário deverá ser enviado para os governos do Brasil e do Uruguai, além de ser distribuído a outras instituições publicas, universidades e festivais de cinema.  “A ideia é desfazer esta imagem negativa que ainda se tem da energia gerada a carvão e mostrar ações positivas como as que a CRM desenvolve na recuperação das áreas mineiradas”, acrescentou o secretário Quintana.

Um século Injustiçado

Por: Davi Coimbra


Faça uma experiência antropológica. Perca um pouco do seu tempo e “navegue”pela internet. Assista ao que é mais assistido e leia o que é mais comentado nas chamadas "redes sociais”. Você ingressará em um mundo sombrio, uma espécie de pré-humanidade, onde não interessa o conteúdo, onde não existe reflexão, o que importa é a sensação. O que vinga é a velocidade e a superficialidade. O que faz sucesso faz sucesso apenas porque faz sucesso.


Pergunta: por que milhões de pessoas acessaram o tal vídeo da "Luíza está no Canadá”?


Resposta: porque milhões de pessoas acessaram o tal vídeo da "Luíza está no Canadá”.


As pessoas se ofendem por causa de times de futebol, descobrem conspirações políticas embaixo de cada acento circunflexo e tecem interpretações de texto que independem do que está escrito. É como se o homem tivesse descido um degrau da escada evolutiva, como se tivesse sido rebaixado de nível. Você se perguntará o que está acontecendo com as pessoas, jogará suas mãos para o céu e bradará:


– Senhor! Em que valhacouto de semianalfabetos se transformou o século 21?


Mas você estará errado. Estará cometendo uma injustiça com o século 21. O século 21 não trouxe mudança alguma. Por um motivo rasteiro:


Porque as pessoas sempre foram assim. Eis uma das obras mais admiráveis da internet: a exposição do lado obscuro do homem comum. Com a internet, as pessoas estão desprotegidas de suas próprias opiniões. Elas tornam público o que pensam sem nenhum filtro, muito menos o da própria reflexão. Antes do advento da internet, não eram muitos os indivíduos vitimados por suas opiniões. Expunham-se alguns jornalistas, alguns artistas e algumas "autoridades”. Só esses propalavam bobagens em público. O mundo parecia mais sensato. Não pela qualidade; pela quantidade.


Mas a tecnologia das comunicações foi se sofisticando. No fim do século 20, com a facilidade da interatividade, leitores não apenas liam, escreviam; ouvintes não se contentavam em ouvir, queriam falar; telespectadores não se limitavam a assistir, faziam tudo para aparecer. E, por fim, a internet surgiu e, numa ânsia de se expressar, todos passaram a falar, a escrever, a dançar, a cantar, a declamar, a discursar, a representar e a propagar suas ideias. Todos têm ideias, uma tragédia. Assim, o mundo do século 21 parece ter se transformado num lugar infestado de idiotas. Ilusão. A diferença é que antes as pessoas estavam protegidas pelo silêncio.


E esse é o grande ensinamento a se tirar disso tudo: o silêncio é uma bênção. O silêncio protege. Portanto, não repita bordões da internet, não tente ser sábio em 140 toques, não publique intimidades no Facebook. Fique quieto. Você parecerá mais inteligente.


* Texto publicado na Zero Hora de ontem, 03/02/2012.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Breve histórico da nossa Candiota - Ano 1951

PL 1523/1951
Projeto de Lei
Autor
Poder Executivo
Apresentação
13/12/1951


Ementa
AUTORIZA O PODER EXECUTIVO A ABRIR, PELO MINISTERIO DA VIAÇÃO E OBRAS O CREDITO ESPECIAL DE Cr$ 105.000,00, PARA CUSTEAR A INSTALAÇÃO DE UMA USINA TERMOELETRICA EM CANDIOTA, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

AUTORIZAÇÃO, EXECUTIVO, ABERTURA, CREDITO ESPECIAL, MINISTERIO DA VIAÇÃO E OBRAS PUBLICAS, CUSTEIO, INSTALAÇÃO, USINA TERMOELETRICA, MUNICIPIO, CANDIOTA, (RS).

Informações de Tramitação
Forma de Apreciação
Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário
Regime de Tramitação
Ordinária
DC1S 13-12-51 PAG 14

Fonte: Site Câmara dos Deputados

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Bom humor: afinal hoje é sábado

O amor é lindo ! 

O menininho vê um casal de cachorros transando, no parque, e pergunta:
- O que eles estão fazendo, titia?
A tia prefere uma explicação provisória:
- É o seguinte, Juquinha: como o cachorrinho de trás está com a patinha machucada, o cachorrinho da frente deixou ele se apoiar nas costas para andar.
E Juquinha, indignado:
- É sempre assim. Você ajuda os outros e ainda te enrabam!

Brincando nas Férias realiza viagem de encerramento


Depois de encerrar suas atividades em 2012, nesta semana, o projeto Brincando nas Férias culminou seu cronograma, na quinta-feira, dia 9, com uma viagem até a praia de São Lourenço do Sul. 

Dois ônibus saíram de Candiota pela manhã e retornaram no final da tarde. Ao todo, um grupo de 70 crianças – todas da localidade de Seival – integrou a viagem.

Implantado no município em 2009, o projeto visa propiciar atividades para crianças de 6 a 12 anos de idade durante o período de recesso escolar. Em 2012, foram mais de 150 atendidas.

Copa Rural de Candiota

Neste domingo, dia 12, inicia a fase eliminatória da 1ª Copa Rural de Candiota. A rodada estava agendada para o último dia 5, mas acabou sendo transferida. Assim como previsto para a data anterior, os jogos acontecem, de forma inédita, junto à Prainha, a partir das 14h.

Na oportunidade, os times classificados nas categorias Feminino e Masculino Livre se enfrentam pelas quartas de final da competição. Pelo Feminino jogam: 22 de Dezembro x Fãs do Futebol; Oito de Agosto x Candiotense; Força Jovem x Santa Lúcia; e Vitória da Madrugada x Paraíso.

Já pelo Masculino, os confrontos serão os seguintes: Santa Lúcia x Real Madrid; Atlético da Santa Fé x Paraíso; 22 de Dezembro x Conquista dos Cerros; e Cruzeiro da Madrugada x Juventus das Seis das Acácias.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Frases da Semana

“A principal diretriz deste Plano é a priorização da participação das fontes renováveis. A construção de novas usinas térmicas a carvão é considerada uma questão polêmica.”
Maurício Tolmasquim, coordenar do relatório do Plano Decenal de Expansão de Energia até 2020 e presidente da Empresa de Pesquisa Energética.

“Os peões fumantes das estâncias que, às vezes, num gesto involuntário, jogam sua bagana de cigarro acesso no pasto seco. As áreas atingidas por esses incêndios causam sérios danos a biodiversidade, à dinâmica dos ecossistemas. Aumenta a erosão do solo, a qualidade do ar é afetada e danos irreparáveis podem ser ocasionados ao Meio Ambiente. O tempo para a natureza garantir a sua recomposição é longo. Os incêndios ocasionam a degradação do solo, altera as características físicas, químicas e biológicas de todo o ecossistema, além, do empobrecimento do solo causado pela eliminação dos microorganismos essenciais para a fertilização.”
Aroldo Quintana, secretario de Meio Ambiente de Candiota, alertando sobre os incêndios nos campos.

“O produtor rural não vai destruir o próprio patrimônio. É fato que nas áreas onde ocorre a sapeca o pecuarista tem a possibilidade de quadruplicar a sua produtividade e, por consequência, quadruplicar a sua renda.”
Lucas Redecker, deputado estadual do PSDB, sobre o projeto de lei 175/2011, aprovado na semana passada, que autoriza a queimada nos campos.

“Ao ver a seriedade da proposta apresentada por deputados do PMDB e com o respaldo do estudo cientifico realizado pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), tive a certeza da aprovação do projeto.”
Assis Tadeu Barbosa Velho, deputado estadual do PSDB, sobre a lei que autoriza a queimada nos campos.

“No sábado teremos, também, a participação de um bloco uruguaio, da cidade de Melo. A meta será proporcionar um intercâmbio cultural entre os municípios.”
Gil Deison Pereira, secretario de Cultura, sobre o carnaval de Candiota.

Prefeitura de Candiota contrata nova empresa para conclusão do posto de saúde de Seival

A Prefeitura de Candiota promoveu, na manhã de quinta-feira, dia 9, uma tomada de preços para a contratação de empresa para concluir a obra de construção do novo posto de saúde em Seival, no interior do município.

Conforme o diretor de projetos, Alexandre Vedooto, a antiga empresa responsável pelo empreendimento rescindiu o contrato e, então, o Executivo efetuou nova licitação. No momento, a obra encontra-se com a parte da alvenaria praticamente concluída.

A vencedora do processo licitatório e nova responsável pela obra é a empresa Bonilha e Martino Ltda. Ela terá um período de quatro meses para a conclusão dos trabalhos. Os serviços devem iniciar já na próxima semana.

Ainda na sexta-feira, após a finalização da licitação, o prefeito municipal, Luiz Carlos Folador, assinou o contrato com a nova empresa. “A nossa expectativa é que esta obra seja concluída o mais breve possível. É um espaço fundamental, que trará mais qualidade de vida para a comunidade de Seival”, apontou.

Antes da Bonilha e Martino Ltda, outras duas empresas haviam atuado na obra, mas ambas não concluíram o processo. Até o momento já foram investidos mais de R$ 72 mil, entre os dois primeiros contratos. Com a nova contratada, a previsão de recursos a serem aplicados, já atualizados os custos, é superior aos R$ 180 mil.

Sem ilusão sobre novas usinas em Candiota

Por: Taylor Lima
Publicado no Jornal do Comércio, Porto Alegre, adição do dia 09-02-2012 (editado pelo autor).


Em 13/06/2011, postei o artigo Os obstáculos das futuras usinas de Candiota, onde dizia que se o governo federal não incluísse as térmicas a carvão nos leilões não teríamos outras unidades em Candiota. Passados seis meses, o que se viu foi uma espetacular mobilização regional pró-carvão, mas cabe ressaltar que as térmicas a carvão não foram incluídas no leilão de dezembro/2011 e, mais ainda, também não serão contempladas no de abril de 2012.

No dia 27-12-2011, o Ministério de Minas e Energia publicou a portaria nº 689, que aprova o Plano Decenal de Expansão de Energia até 2020. Nos próximos 10 anos, a produção de gás natural será expandida em 197%. Já o acréscimo de demanda do carvão até 2020 é zero. Para Maurício Tolmasquim, coordenador do relatório e presidente da Empresa de Pesquisa Energética, o plano visa a priorizar a participação das fontes renováveis.

Este cenário vem na esteira do Termos de Ajuste de Conduta (TAC), firmado entre a União e a CGTEE, em 13-04-2011. O item 1 do TAC considera indispensável o complexo Candiota UTEs no horizonte de 2010 a 2014 e que, a partir de 2014, as mesmas poderão ser dispensáveis. O item 9 indica que é imprescindível a operação, nas condições de curto e médio prazo. Nesta mesma linha, a cláusula 5ª impõe à CGTEE a interrupção da operação das duas unidades da fase “A”, até a data limite de 31-12-2013, com o retorno da operação condicionado à adequação ambiental. Neste particular, o presidente da CGTEE, Sereno Chaise, admitiu a possível desativação. Além disso, as cláusulas 9ª e 10ª estabelecem que a CGTEE conclua a adequação ambiental da fase “B”, o que envolve R$ 150 milhões em investimentos.

Diante desse quadro, a cláusula 12ª sinaliza que o MME busque alternativas para assegurar o suprimento às regiões Sul e Oeste do Rio Grande do Sul. A União trabalha com a hipótese de desativação do complexo UTEs de Candiota, ou parte dele. Logo, a não construção de novas usinas a carvão e a desativação das unidades existentes soará como um retumbante fracasso. Um ano atrás, o complexo UTEs de Candiota sinalizava o desenvolvimento da região. Hoje, uma mão estendida pedindo socorro!

Eis a concreção do provérbio popular: “percam-se os anéis, mas que pelo menos fiquem os dedos”

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Vai começar o Carnaval Antecipado de Candiota

Nesta sexta-feira, dia 10, os festejos carnavalescos têm hora e local marcados em Candiota. Isto porque inicia o tradicional Carnaval Antecipado do município. Na quarta-feira, dia 8, foi divulgada a programação completa do evento.

Promovido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Juventude, as festividades acontecem nos dias 10 e 11, na avenida 24 de Março, em Dario Lassance. Estão previstos desfiles de blocos carnavalescos, junto à via, e baile de rua, com shows artísticos, na praça central do bairro.
Programação

O secretário Gil Deison Pereira informa que, no primeiro dia, as atividades iniciam às 22h, com o desfile dos blocos, seguido de show com o grupo Som da Cor. Já para o sábado, está previsto desfile infantil às 17h. Neste dia, acontece show com a banda Recanto, à tarde e à noite.

O Carnaval Antecipado tem confirmada a participação dos blocos: Nós Trupica, Los Corvos, Vem Quem Quer, Negrinho do Pastoreio, Expulsos, Ferraz e Foverer Alone. “No sábado teremos, também, a participação de um bloco uruguaio, da cidade de Melo. A meta será proporcionar um intercâmbio cultural entre os municípios”, informou Pereira.

Projeto Brincando nas Férias encerra atividades em 2012


Depois de um mês de atuação, encerrou na quarta-feira, dia 8, o período de atividades do projeto Brincando nas Férias, em Candiota. Desde o dia 5 de janeiro, mais de 150 crianças aproveitaram o período de recesso escolar com atividades recreativas, culturais e esportivas, todas acompanhadas com a orientação de profissionais.

A solenidade de encerramento ocorreu no CTG Lanceiros da Liberdade, na Vila Operária. No local, foi promovido um baile de máscaras com apresentações artísticas. Também foi servido um buffet de frutas para os presentes.

Implantada no município em 2009, sob coordenação da Secretaria de Educação, a iniciativa visa propiciar atividades para crianças de seis a 12 anos de idade durante o período de recesso escolar.
 

Segundo o secretário João Roberto da Costa, o resultado do projeto foi muito positivo. “O sucesso é a palavra certa para este projeto. No momento em que estendemos para todas as localidades, o Brincando nas Férias triplicou o número de participantes, desde sua primeira. É um trabalho maravilhoso em conjunto com professores e profissionais da Secretaria”, frisou. 

Para a estudante da localidade de Seival, Taiane Oliveira, de 12 anos, o projeto é muito importante, pois proporciona atividades saudáveis. “Nas férias muitas crianças não possuem condições de viajar e, assim, podemos nos divertir, e encontrar os amigos, mesmo se tivermos que ficar em nossa cidade”, avaliou.

Durante o período de atividades, o grupo foi atendido em dois grupos, um em cada período. Além das opções desenvolvidas na cidade, também foram organizadas viagens para municípios da região.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Percam-se os anéis. Fiquem os dedos

Por: Taylor Lima
Editorial do jornal FOLHA DO SUL, de Bagé, página 2, edição de ontem (07-02-2012)

Não vamos vender falsa ilusão de novas usinas em Candiota. Em 13/06/2011, postei artigo na mídia impressa e digital, sob o título Os obstáculos das futuras usinas de Candiota, onde dizia que se o governo federal não incluísse as térmicas a carvão nos leilões não teríamos outras unidades em Candiota. Passados seis meses, o que se viu foi uma espetacular mobilização regional pró carvão, incluso o inédito bloqueio da Ponte do Guaíba.

Não vou usar este espaço para vender outras ilusões e expectativas, em especial às comunidades mineiras, de que vamos ter novas usinas no município de Candiota. Até porque, ser realista não significa renunciarmos o desejo de termos Candiota “D” e as Usinas do Eike Batista. Mas, também temos que mirar o outro lado e ponderar que os riscos de não tê-las é iminente. Inobstante toda mobilização, as térmicas a carvão não foram incluídas no leilão de dezembro/2011 e, mais ainda, também não serão contempladas no de abril de 2012.

No dia 27 de dezembro passado, o Ministério de Minas e Energia publicou a portaria nº 689, que aprova o Plano Decenal de Expansão de Energia até 2020 e que define o cenário de novas instalações de oferta. Por exemplo, nos próximos 10 anos, a produção de gás natural será expandida em 197%. Em sentindo oposto, o acréscimo de demanda do carvão até 2020 é de ZERO. Isto é: Sequer uma usina a carvão está prevista no plano decenal do governo federal. Para Maurício Tolmasquim, coordenador do relatório e presidente da EPE-Empresa de Pesquisa Energética, a principal diretriz deste Plano é a priorização da participação das fontes renováveis. Para Tolmasquim a construção de novas usinas térmicas a carvão é considerada uma “questão polêmica”. Segundo ele, as térmicas a gás vão ser priorizadas e o Brasil tem uma situação “excepcional” em termos de ofertas de energias a partir de fontes renováveis, como hidrelétrica, a eólica e a biomassa.

A propósito, este cenário escuro do carvão vem na esteira do TAC-Termos de Ajuste de Conduta, firmado entre a UNIÃO e a CGTEE, em 13 de abril de 2011. Forte em tais lineamentos, o item “1” do TAC considera indispensável o complexo Candiota UTEs no horizonte de 2010 a 2014. Ora, daqui se extrai, com pouca margem de erro, que o entendimento das partes é de que, a partir de 2014, as mesmas não serão mais indispensáveis. No mesmo contexto, é o expresso no item “9”, onde esta consignado que é imprescindível a operação, nas condições eletroenergéticas DE CURTO E MÉDIO PRAZO.

Nesta mesma linha, a cláusula 5ª impõe a CGTEE a interrupção da operação das duas unidades da fase “A”, até a data limite de 31-12-2013, com o retorno da operação condicionado a adequação ambiental. Neste particular, o presidente da CGTEE, experiente Sereno Chaise, foi objetivo em público, em Candiota, quando admitiu a possível desativação.

Além disso, as cláusulas 9ª e 10ª estabelecem que a CGTEE conclua adequação ambiental da fase “B” (precipitadores e dessulfurizadores), até 31-10-2013 (1ª unidade) e 31-03-2014 (2ª unidade). Neste aspecto Chaise, à época, esclareceu que a CGTEE necessitaria de investimentos da ordem de R$ 150 milhões. Diante desse quadro, a cláusula 12ª sinaliza que o Ministério de Minas e Energia busque alternativas eletroenergéticas para assegurar o suprimento às regiões Sul e Oeste do RS. Aqui, outra não é a conclusão, a UNIÃO trabalha com a hipótese de desativação do complexo UTEs de Candiota, ou parte dele. Logo, a não construção de novas usinas a carvão, depois de tudo, soará como um retumbante fracasso, assim como a mórbida desativação paulatina das unidades existentes.

O problema é sério.

Como uma mão espalmada com cinco dedos, um ano atrás, o complexo UTEs de Candiota sinalizava o desenvolvimento da região. Hoje, uma mão estendida pedindo socorro!

Tecidas essas considerações, eis a concretização do provérbio popular: “percam-se os anéis, mas que pelo menos fiquem os dedos”.

Promulgada Lei que autoriza queimadas nos campos

A Assembléia Legislativa promulgou na semana passada (30-01-2012), o projeto de lei 175/2011, que autoriza a realização de queimadas controladas nos campos. A proposta foi aprovada na última sessão plenária de 2011, com 28 votos favoráveis e 13 votos contrários. A nova lei somente está sendo promulgada agora, porque o governador Tarso Genro deixou passar o prazo e não vetou nem sancionou o projeto. Como a bancada do PT é contra a chamada “sapeca” dos campos, o deputado Adão Villaverde resolveu se licenciar do cargo para que nos anais do Parlamento a assinatura que transforma em lei o projeto aprovado em 21 de dezembro de 2011 seja a do vice-presidente da AL José Sperotto.

Assis Tadeu Barbosa Velho (PSDB), que trabalho pela aprovação do projeto, reapresentado pela Maria Helena Sartori, disse que assumiu como deputado estadual com o compromisso de levar adiante esta luta. “Ao ver a seriedade da proposta apresentada por deputados do PMDB e com o respaldo do estudo cientifico realizado pela Universidade de Caixas do Sul (UCS), tive a certeza da aprovação do projeto”, disse.

O deputado estadual Lucas Redecker, representando a Bancada do PSDB, participou da solenidade, realizada no Plenarinho da Assembléia. Redecker foi um dos mais aguerridos defensores da sapeca na Assembléia Legislativa, e lembrou da luta travada dentro do parlamento até a aprovação da proposta. “A tramitação do projeto de lei não foi fácil na Assembléia Legislativa, como é possível perceber, já que nem o governador nem o presidente da AL quiseram promulgar o projeto. No último dia de votações na Casa conseguimos o acordo para que ele fosse votado. Esta é uma vitória importante e de todos, especialmente para os produtores dos Campos de Cima da Serra”, disse Redecker.

De acordo com o deputado ainda, o projeto foi reapresentado na Casa atendendo pedido dos próprios produtores rurais para que, através de uma lei, pudessem exercer a sua atividade sem estar na ilegalidade. “O produtor rural não vai destruir o próprio patrimônio. É fato que nas áreas onde ocorre a sapeca o pecuarista tem a possibilidade de quadruplicar a sua produtividade e, por consequência, quadruplicar a sua renda”, disse o parlamentar.

As regiões montanhosas do RS, como os Campos de Cima da Serra, serão as principais beneficiadas pela lei. Nessa região, por exemplo, apenas 6% dos campos são mecanizáveis, o que torna inviável a roçada, e por isso a necessidade da sapeca. “É importante que tenhamos essa lei. Será positivo para os pecuaristas que criam gado, que poderão se programar para ter uma lotação maior no campo. Mas temos que lembrar que não podemos depender apenas da sapeca. Precisamos de uma política pública de melhoramento de campo nativo, que possa fomentar os produtores com, quem sabe, aquisição de sementes, calcário, ou até mesmo insumos agrícolas, para que o produtor não precise no futuro queimar o campo”, sugeriu o parlamentar.

A preocupação de deputados estaduais e produtores rurais agora é em relação a uma possível manifestação contrária do Ministério Público quanto a prática da queimada. Redecker sugeriu uma visita institucional do novo presidente da AL, Alexandre Postal, ao Ministério Público, acompanhado dos deputados que representam as regiões que utilizam a sapeca.

Fonte: site do PSDB do RS e Assembléia Legislativa do RS.