quinta-feira, 31 de março de 2011

O anonimato

O anonimato ja foi assunto neste espaço no dia 25 de fevereiro. Quem quiser ler clique aqui.

Mais uma vez volto ao tema em consideração aos meus queridos leitores.

As pessoas que lêem e interagem em um blog, reconhecem a importância dos comentários. Os que são vítimas de comentários, na maioria das vezes, repudiam a prática.

Os comentários dos leitores contribuem com idéias, criticas e troca de opiniões. O blog se torna mais interessante, “vivo”. Estudiosos do mundo inteiro consideram a prática do anonimato na internet, liberdade de expressão.Basta pesquisar sobre o tema para conferir.

Eu valorizo muito esta interação e os leitores também, visto que a última realizada enquete realizada pelo blog apontou que mais de 70%  se diz a favor dos comentários anônimos.


Nos debates anônimos todos somos iguais. Quem lê não sabe se a pessoa que está comentando é doutor, prefeito, deputado, Colorado, Gremista, situação ou oposição.

Temos muitos exemplos de uso do anonimato que compravam sua importância:
A justiça quando julga necessário, protege a identidade, como por exemplo o disque denúncia.
Anonimato não é algo que foi inventado com a Internet. O anonimato bem como o uso do  pseudônimo, que também é uma forma de anonimato, ocorre ao longo da história. Por exemplo, William Shakespeare é provavelmente um pseudônimo, o nome real do autor famoso não é conhecida e provavelmente nunca será conhecido.

Em uma matéria do jornal O Estado de S. Paulo, que trazia como título, China proíbe comentários anônimos na Internet, o texto destacava que aquele gigante comunista decidira proibir comentários anônimos na Internet, em mais um endurecimento do controle sobre 400 milhões de internautas do país, eis que a internet se transformou em um poderoso instrumento de denúncia de abusos de líderes do Partido Comunista, sendo que muitos deles perderam seus postos. 

O governo chinês ainda bloqueou o acesso a milhares de sites que considerava “separatista” entre os quais os ligados ao dalai-lam e aos movimentos que clamavam por reformas DEMOCRACRÁTICAS no país. 

Estamos vivenciando a queda de governos no mundo Árabe provocadas através do uso da Internet.


E vocês acham que devemos coibir esta prática?

Alguns poderiam dizer: Mas vivemos em uma democracia, a ditadura foi vencida, portanto não precisamos mais usar o anonimato para se opor a governos. Vivemos em uma democracia que ainda é criança. Atrevo-me a dizer que em algumas situações vivemos em uma ditadura disfarçada de democracia. Quem é governo está bem, quem contrapõe este, cuide-se!

Mas mesmo assim, por vezes me deparo com pessoas com outros propósitos, como para ofender, difamar e agredir, estes são moderados de acordo com a Política de Comentários desde blog, para não expor meus leitores a mensagens desagradáveis. Entretanto, ao longo de mais de um ano, conclui que pessoas que participam de forma reprovável são minorias. 

Mas não deixo de publicar criticas moderadas a agentes políticos por suas ações ou omissões, que a propósito, também se utilizam do anonimato em votações secretas.

Portanto não vejo motivos para impedir esses visitantes de comentar e participar.

Hoje o blog Teclando o 7 não é somente do Pablo, é da comunidade Candiotense, que encontrou aqui um espaço para debater e formar opniões. E não são poucas. No último mês foram mais de 10 mil.

Eu sei que é impossível agradar a todos, mas um blog sem leitores morre e perde o sentido.
Um blog sem participação e um blog que fala sozinho. 

Por tudo isso, agradeço aos leitores e aos comentaristas anônimos ou não. Aos que tentam me importunar, fiquem a vontade, pois vocês são mais uma prova de que, nesta página, somos lidos no plural.

quarta-feira, 30 de março de 2011

CRM construirá planta piloto de beneficiamento a seco em Candiota

A Companhia Riograndense de Mineração apresentará no mês de abril cronograma para construção de uma planta piloto de beneficiamento de carvão a seco na Mina de Candiota. O sistema é baseado em tecnologia utilizada na Alemanha e é inédito no Brasil, buscando reduzir significativamente as emissões de gases e cinzas na queima do minério e aumentar o seu poder calorífico, atendendo a legislação ambiental e ampliando o seu valor comercial.

A decisão foi acertada nesta terça-feira (23) em reunião dos diretores da CRM eng° Elifas Simas e Marcio Cairuga com o presidente da CGTEE Sereno Chaise e o diretor técnico Luiz Henrique Schnor. Estavam presentes também o superintendente de Engenharia da CRM João Batista Casanova, o assessor financeiro Bayard Schreiner e a chefe de gabinete Rochele Chananeco.

 O projeto também foi anunciado ao secretário de Infraestrutura e Logística Beto Albuquerque em audiência com o diretor-presidente da CRM eng° Elifas Simas nesta quarta (23). Na ocasião, o dirigente apresentou um relatório sobre as ações nestes 60 dias de gestão e questões administrativas relativas a contratos e licitações. O secretário deverá ir à Mina de Candiota na segunda quinzena de abril a fim de conhecer in loco as ações que estão sendo desenvolvidas para expansão da unidade.

Agregando valor comercial e ambiental ao carvão

A CRM irá construir a planta piloto de beneficiamento a seco a fim de verificar a sua viabilidade técnica sobre o tratamento do carvão da Mina de Candiota. O sistema traz ganhos para o meio ambiente porque reduz consideravelmente a emissão de gases como o enxofre e de cinzas na queima. Também agrega valor comercial ao ampliar o poder calorífico do carvão, enobrecendo o minério e tornando mais competitivo. Além de tudo, o carvão beneficiado irá complementar o sistema de tratamento de gases que será implantado pela Eletrobrás CGTEE nas fases A e B da Usina Candiota II.

Presidente da CRM reúne-se com PDT Candiotense

O Presidente da Companhia Riograndense de Mineração (CRM) Eng° Elifas Mariom Kerller Simas, reuniu-se com a Executiva Municpall de Candiota do Partido Democrático Trabalhista (PDT), para debater questões ligadas a particpação dos pedetistas junto a estatal. 


O encontro foi agendado pelos vereadores Celso Santos e Guilherme Barão, quando estiveram reunidos com Simas na Sede da CRM em Porto Alegre. 

Após ouvir dos partidarios que era uma honra estar recebendo pela primeira vez em mais de 15 anos na sua sede o Presidente da Estatal, Simas falou que sentia-se prestigiado em participar de uma reunião na sede de um partido no qual já integrou as fileiras quando prefeito de Sant'Ana do Livramento, e que em Candiota esse partido teve suas origens através da comunidade mineira. 

Na oportunidade Simas fez uma explanação de seu trabalho a frente da empresa, os projetos que a administração pretende desenvolver e também tranquilzou os presentes em relação a degradação do meio-ambiente, dizendo que sera rigoroso nesse controle. Simas falou também sobre a finalidade da CRM, que é minerar, e por esse motivo, preocupações existentes entre os mineiros sobre terceirização, nesse primeiro momento a hipótese esta descartada. 

Simas deixou as portas abertas para os Pedetistas, seja em Candiota ou em Porto Alegre diretamente em seu gabinete. 

Na reunião que aconteceu na sexta-feira, 25, também esteve presente o Superintende Administrativo da CRM, Oxcilei Quadros, que falou da sua grata satisfação em acompanhar o presidente Elifas Simas e atuar na área administrativa da empresa.


Mais informações sobre o PDT de Candiota no site www.pdtcandiota.org.br 

terça-feira, 29 de março de 2011

Prefeitura de Candiota entrega fardamentos a equipes do futebol amador

A Prefeitura de Candiota, através da Secretaria de Cultura, Esportes, Turismo, Lazer e Bem Estar, entregou na noite do último sábado, 26, durante a premiação da Taça dos Campeões, no ginásio de esportes, diversos fardamentos as equipes do futebol amador, tanto de campo como de salão, do município. 

Conforme o prefeito Luiz Carlos Folador, que pessoalmente fez questão de realizar a entrega, este é um investimento tanto no esporte como no ser humano, bem como, de incentivo a organização das equipes, sendo que um dos critérios para ganhar o material, era a questão disciplinar. “Assim, nós vamos criando uma cultura de paz no esporte e tendo ele como um fator de integração e amizade entre as comunidades”, assinalou o prefeito, que fez a entrega juntamente com o secretário de Cultura e Esporte Gil Deison Pereira. 

Ao todo foram entregues 14 fardamentos para as equipes campeãs e disciplinadas do Campeonato de Futsal e de Campo de 2010. Segundo o coordenador de Esportes da Secretaria Valdenir de Almeida (Preto), essa iniciativa incentiva cada vez mais as equipes a participarem dos eventos esportivos do município e também a manter a disciplina. “A cada ano aumenta mais o número de participantes nos nossos campeonatos”, evidencia. 

Foram entregues os uniformes aos representantes das equipes de futsal do G.E Candiota (Juvenil), Garra Jovem (Juvenil), Benfica (Veteranos), Força e Luz (Prata), S.E. Vila Airton (Prata), Vila Operária (Ouro), Atlético (Ouro). No futebol de campo foram entregues ao G.E. Candiota (Juvenil), Santa Rosa (Veteranos), G.E. Candiota (Veteranos), AEJE (Reservas), AMVO (Reservas), Milan (Titulares) e AMVO (Titulares).

segunda-feira, 28 de março de 2011

Meioeste se movimentando

A Meioseste Ambiental, empresa responsável pelo Aterro Sanitário da Metade Sul está se movimentando em Candiota. Na Semana passada esteve realizando uma pesquisa de opnião com os moradores e distribuindo um panfleto que destacava:

Meioeste - LIXO

Agora esta semana realiza reuniões na João Emilio, Seival e Vila Operária. O objetivo da reunião é informar os moradores destas localidades sobre o empreendimento.

Porque essa movimentação agora? 
Porque João Emilio, Seival e Vila operária, que são os bairros mais distantes do empreendimento?
Porque presquisa de opnião?

Estou curioso. Dentro do possível estarei participando das reuniões.

Show com Evandro Moah encerra atividades do aniversário de Candiota

O dia de ontem de grandes eventos em comemoração aos 19 anos de  aniversário de nossa querida cidade.
Cross Country

Na prainha aconteceu a 2° Etapa do Campeonato de Zona Sul de Cross Country com a participação de pilotos de Candiota e de toda a região Sul do estado. Após a etapa de ontem os Candiotenses lideram 4 das 5 categorias.

Na categoria força livre, Alex Dalcortivo é o primeiro colocado e Erton Manzke Muller o segundo. Mas na categoria Nacional Erton é lider. Na categoria Estreante B, Robson Corrêa puxa a ponta. E na categoria Master Nacional Edson Furich é o lider. Temos ainda na categoria Estreante A Tierry Dutra de Santana da Boa Vista na liderança.

A próxima etapa do Campeonato será no dia 10 de abril na vizinha Aceguá.

Bocha
Também fez parte da semana de festejos do 19º aniversário do município, o já tradicional torneio de bocha de Candiota. 

Na fase municipal se classificaram seis equipes locais, que no domingo se juntaram as duas equipes e Bagé e igual número da cidade de Hulha Negra.
Em clima festivo e de muita integração, características deste esporte, o Bar Recanto dos Amigos foi placo de emocionantes partidas e grandes jogadas. 
Nas semifinais, duas equipes de Candiota e outras duas de Bagé. Para a grande final se classificaram Vandemar/Paulinho e Osmar/Moacir. Na disputa pelo 3º lugar, entre Tailor/Adelar vs. Walter/Pedrinho, deu a dupla do Bairro João Emílio, pelo placar de 12 a 09.
Na final, por acordo das equipes, não houve disputa e assim a dupla Osmar e Moacir se tornaram bi-campeões, já que pela segunda vez consecutiva venceram o mesmo torneio.


Mateada de Encerramento

E para encerrar a grande festa, mateada no ginásio com muitas atrações e o destaque para os shows do grupo Mistura Fina e de Evandro Moah e banda que aqueceu o povo Candiotense no final da tarde de ontem.

Foi uma grande comemoração, com espaço para todas tribos. Música, rodeios, bocha, motos, futebol de boa música.

domingo, 27 de março de 2011

PSDB elegeu neste domingo a sua nova Executiva em Candiota

Lasie Winkel da Silva

O PSDB candiotense se reuniu neste Domingo (27/03), em convenção municipal para escolha do seu novo Diretório e Comissão Executiva para os próximos dois anos. O encontro serviu para ratificar o acordo feito no encontro municipal realizado no mês de Fevereiro passado, quando por consenso decidiu-se pela indicação de chapa única para concorrer aos cargos do Partido. LASIE WINKEL DA SILVA foi eleito Presidente do Partido, tendo ainda a Executiva Municipal os seguintes membros: ANDRÉIA RANGEL COUTINHO – Vice-presidente; VALDENIR DE ALMEIDA (Preto) – Secretário Geral; ANCELMO CAMILLO – Tesoureiro; CARLOS ERNESTO BETIOLLO – Vogal; e PAULO RENAN VAZ BRUM – Vogal. Além de bom número de filiados, estiveram presentes prestigiando a Convenção, lideranças partidárias do município. 

O novo presidente tucano, que tem um histórico de militância partidária que o credencia para o cargo, garante que a disposição é a trabalhar intensamente para o fortalecimento da sigla no âmbito municipal, preparando o partido para as próximas eleições. Segundo o Presidente “o partido tem como premissas o diálogo e o respeito às outras siglas, bem como o compromisso de fortalecer a democracia em todos os espaços de atuação. (...) Temos um partido organizado, coeso, unido e vamos aproveitar e reforçar essa harmonia que tem sido a base principal a partir da qual o partido tem crescido.” Completou. 

A posse do novo Diretório e da nova Executiva municipal acontecerá no dia 08 de abril próximo.

Pedras Altas Campeã em Candiota

Aconteceu hoje em Candiota 2° Copa Regional dos Campeões. O torneio contou com a participação de 8 equipes:

Atlético e Vila Airton de Candiota, Flamengo e Avenida de Pinheiro Machado, além dos representantes de Pedras Altas, Bagé, Hulha Negra e Piratini. 

Depois da disputa em duas chaves 4 equipes classificaram para as semi-finais. 

A equipe de Bagé foi derrotada nas semi-finais pela grande equipe de Pedras Altas que classificou-se para a final.

E aqui o destaque para o outro confronto das semi-finais: Atlético e Vila Airton, voltaram a se enfrentar novamente depois de mais de  6 anos sem o no clássico mais disputado de Candiota. Lembrei as grandes disputas nos gramados de Candiota. E no futsal deu SEVA 3 a 2. O Galo abriu o placar com uma grande tabela entre Lenon e Diego, mas não segurou o resultado e acabou derrotado. Diego ainda perdeu um tiro livre e o Vila teve o goleiro Yuri expulso. Foi a grande partida do dia. O destaque do Vila foi o camisa 6 Alcindo.

E na Final entre Candiota(SEVA) e Pedras Altas, deu o time Altino com placar de 3 a 0. E se alguém falar que o problema foi a falta do goleiro Yuri estará fazendo injustiça, pois o goleiro Marcio não teve culpa nos gols do bom time de Pedras Altas. Mas desta vez não deu para o Vila. Mas fica a promessa de bons confrontos entre Vila e Atlético no campeonato de Futsal. Não vejo a hora!!!

O grande evento encerrou com a premiação e a entrega de mais fardamentos para as equipes vencedoras do campeonato de futebol de campo. Ha dois anos é uma prática do governo atual premiar os times com fardamentos o que ja beneficiou mais de 500 atletas desta forma. Ótimo incentivo as agremiações.
Equipe de Pedras Altas - Grande Campeã em Candiota

sábado, 26 de março de 2011

Festa dos 19 anos de Candiota será no Ginásio

Acontece amanhã, apartir das 14h,  do ginásio municipal a festa em comemoração aos 19 anos de emancipação de Candiota com muitas atrações:
  • Mateada
  • Culto Ecumênico
  • Brinquedos Infláveis
  • Mini Trânsito
  • Feira das Mulheres Empreendedoras
  • Apresentação da invernada do CCTG Lanceiros da Liberdade
  • Grupo de Dança Movimentos
  • Teatro da UFPEL
  • Rodart
  • Show com Mistura Fina
  • Show de encerramento com Evandro Moah (Irmão de Serginho Moah do Papas da Lingua)

Ainda em comemoração ao aniversário de Candiota, acontece amanhã a etapa Zona Sul de Cross Country na Prainha e a final do Torneio de Bocha em duplas na cancha Recanto dos Amigos.

Presente de aniversário

Não foi o esperado, mas ja ajuda. Desde o dia 24 até hoje já choveu mais de 50mm em Candiota. A região dos assentamentos também registrou uma boa quantidade de chuva.

Que venha mais chuvaaaa.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Candiota entrega donativos aos atingidos pela enchente de São Lourenço do Sul

No dia em o município comemora 19 anos de emancipação, uma comitiva formada por integrantes de diversas entidades representativas entregará 1,6 mil quilos de donativos aos atingidos pela enchente que assolou São Lourenço do Sul. Entre os produtos arrecadados durante a campanha, que teve como ponto alto o show-baile do grupo Os Serranos, realizado no dia 19, estão alimentos não-perecíveis e produtos de higiene e limpeza. Mais de 600 itens serão repassados pela comitiva, que contará com a presença do prefeito, Luiz Carlos Folador, da primeira-dama, Ana Scholl, da secretária de ação social, Rejane Bom, e de representantes de instituições, associações de moradores e empresas. Na ocasião também serão entregues 100 colchões, todos acompanhados de cobertores, lençóis e fronhas, doados pelo Consórcio Sul Energia, formado por empresas gaúchas e do Rio de Janeiro. “A comunidade realmente se comprometeu com a campanha de arrecadação, e isso foi fundamental. Agora que vamos presenciar a situação, creio que poderemos mensurar a importância de tanto esforço”, conclui a primeira-dama.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Candiota prorroga situação de emergência

No campo, o quadro é desolador. Sem água, os produtores presenciam bruscas mudanças na paisagem. O verde, que antes coloria os campos do município, aos poucos se esvai em poeira. Diante deste contexto, na condição de prefeito em exercício, o vice-prefeito Paulo Brum assinou o decreto que prorroga a situação de emergência, declarada em dezembro do ano passado. 

O decreto, que se justifica através de laudo técnico elaborado pela Emater, tem validade de 90 dias. E, neste período, a prefeitura pretende pleitear novos recursos. “A ajuda da Defesa Civil e dos governos federal e estadual são fundamentais. O município não conseguiria suprir toda a demanda sem este apoio”, explica Brum. 

Em virtude da estiagem, Candiota já recebeu 1,2 mil cestas básicas, 300 filtros de barro, centenas de caixas d´água (doadas pelo INCRA, pela Defesa Civil e pela própria prefeitura) e toneladas de trigo, que servirá para alimentação animal. No final de semana, o secretário de agropecuária e agricultura familiar, Fabiano Oswald, recebeu 200 caixas d´água da Defesa Civil. Deste total, metade já foi entregue às famílias do interior. O restante deve ser repassado durante a semana.

Hoje, nossa querida terrinha completa 19 anos. Desde a emancipação até os dias de hoje muitas conquistas, alegrias e tristezas.

Nossas maiores riquezas econômicas estão no solo: O Carvão Mineral, o calcário e nosso solo altamente fértil para o cultivo de Uvas, arroz, pasto verde e outras tantas riquezas.

E ao completar 19 anos Candiota recebe um aviso da natureza: Um dia pode faltar água. 
Hoje Candiota arrecada por mês mais de 2,5 milhões de reais, mas arrecada também a angustia de pessoas que clamam por água. Estamos vivendo nos anos de 2010 e 2011 talvez a maior seca na zona rural de todos os tempos. Por isso precisamos mudar alguns hábitos. Será que já não exploramos demais nosso solo?  Está é a maneira correta?

Precisamos pensar o futuro.

E aqui me dirijo aos Candiotenses "natos", que nasceram e moram em Candiota a anos, que por algum motivo a vida os levou para longe da tão amada terra e a todos que possuem a maior riqueza deste mundo no coração: O amor por Candiota.

Por isso nossa maior riqueza não vem solo, vem do coração dos Candiotenses.

Aqui temos nossas familias, nossos amigos de infância, nossos amores e nossa história, por isso cabe a nós, amantes de Candiota, que pretendem viver e morrer aqui, pensar o que realmente queremos para nossa cidade.

E para mim, o mais importante é viver bem.

Viver com saúde, ter boas praças para lazer, almoçar com a familia, assistir futebol de campo nos domingos, ter boas escolas para os filhos, ter a expectativa de vida de mais de 80 anos, enfim, viver feliz. E se por acaso for possível, com um pouco de dinheiro.

Esta é a cidade que sonho e que acredito que os que realmente amam Candiota desejam. 

Hoje já me sinto realizado por viver em Candiota, mas um dia quem sabe, seremos uma cidade exemplo, para o Rio Grande do Sul e o Brasil de qualidade de vida. Que possamos dizer com orgulho: É bom viver em Candiota. 

quarta-feira, 23 de março de 2011

Prefeitura rebate críticas ao concurso

Na manhã de ontem, o secretário geral de governo e assessor de imprensa do município de Candiota, José Wilson Torales, e a procuradora jurídica do município, Luciane dos Santos da Cruz, visitaram a redação do Jornal MINUANO com o objetivo de rebater as denúncias publicadas na edição de ontem. Segundo os assessores, as informações solicitadas pelo Ministério Público (MP) terminaram de ser esclarecidas nesta segunda-feira e eles não acreditam na suspensão do certame, que afirmam estar dentro da legalidade.
Foto: Francisco Rodrigues - Jornal Minuano

De todos os tópicos denunciados por candidatos, apenas cinco esclarecimentos foram solicitados ao município, com relação à taxa elevada das inscrições, ilegalidade da exigência da inscrição presencial, necessidade do pagamento ser feito em agência local, questões repetidas em provas e convocação para as provas práticas. Todas estas questões foram esclarecidas ao MP e Luciane fez questão de ressaltar ao jornal: as taxas de inscrições foram estipuladas de acordo com o Código Tributário do município aprovado em 2003; as inscrições presenciais são determinações de Decreto Municipal datado de 2002; os depósitos puderam e foram feitos em outras agências bancárias, destinados à conta do banco em Candiota, mas efetuados em qualquer município; as questões repetidas foram de legislação e de conhecimentos gerais, matérias comuns a todos os cargos, em cargos diferentes, e foram apenas três, o que o município considera insignificante para o resultado geral das provas e a convocação de aprovados para a prova prática, conforme previsto em edital, seria do dobro do número de vagas oferecidas no cargo e não de todos os aprovados.

Agora, segundo Luciane, o MP deve analisar a defesa e pedir complementação de documentação, se achar necessário, ou arquivar o processo. “Sobre as demais denúncias, que consideramos infundadas, não tivemos conhecimento e não foram pedidos esclarecimentos. Acreditamos que possam ter sido rejeitadas. Estes cinco itens que foram solicitados, já retornamos”, explicou a procuradora, que não acredita na anulação do concurso, o que tranquiliza candidatos já aprovados.

Torales lembra que a administração seguiu regras para a realização de concursos públicos e previsões do edital. “Não vamos aceitar qualquer tipo de denúncia vazia e sem comprovação. Quem denunciar e não provar vai sofrer as consequências, pois o município vai tomar as devidas providências legais e jurídicas. Não podemos permitir que a idoneidade da administração municipal seja manchada”, alertou.

Fonte: Jornal Minuano

Candiota transfere feriado municipal de quinta para sexta-feira

O prefeito em exercício Paulo Brum assinou esta semana, o Decreto Municipal 2981/20111, alterando expecionalmente a data do feriado municipal que celebra a emancipação política e administrativa de Candiota. O feriado, desta forma, ao invés de ser nesta quinta-feira, 24 - dia do aniversário de 19 anos do município, será realizado na sexta-feira, 25. 

Conforme a justificativa do decreto, por tratar-se de uma quinta-feira e que geralmente o município costuma dar ponto facultativo em dias subsequentes ou que antecedem finais de semana, para evitar isso, inclusive porque o município ainda vive uma situação de emergência devido a estiagem, é que se tomou a medida. “Neste ano a instituição de ponto facultativo no dia posterior imporia prejuízo aos interesses ou às atividades do município, eis que encontrasse em situação de emergência em decorrência da estiagem, ao qual o Poder Público tem realizado ações públicas emergenciais para suprir as dificuldades da população, tais como distribuição de água potável, gêneros alimentícios para as famílias atingidas, bem como água e alimentação para os animais, cujo procedimento e formalização tem de ser realizadas pela equipes de atuação na área administrativa, além das equipes de servidores que realizam a execução direta do atendimento da situação de emergência à população da zona rural”, assinala. 

Conforme o secretário Geral de Governo, José Wilson Torales, a determinação está sendo divulgada nos meios de comunicação, bem como, a Prefeitura tem tomado a iniciativa de comunicar o comércio, a indústria e as agências bancárias do município sobre a medida.

Vereadores debatem sobre a estiagem de Candiota

Um dos temas de debate na sessão ordinária do último dia 21 de março foi a seca na região dos assentamentos e a as medidas tomadas para solução do problema e prevenção para os próximos anos.
O Vereador Celso Santos (PDT), falou das mais 1500 toneladas de trigo recebidas pelo Município da Defesa Civil, que já estão sendo entregues para os assentados. O vereador destacou que grave situação da zona rural de Candiota. “ A situação é grave. Os açudes estão secos e não há previsão de chuva para os próximos dias”, destacou Celso.
O Vereador Valmir Cougo(PT) falou do convívio diário com filhos de assentados na escola Santa Izabel onde da aula.
- Tenho relatos diários sobre o problema que assola os assentament os. Mesmo que chova e solucione o problema da estiagem, trata-se de um efeito cíclico e pode retornar. Então devemos pensar em projetos que blindem nossos produtores dos efeitos da estiagem evitando assim o êxodo rural.


Fonte: Câmara de Vereadores de Candiota

Encaminhada solução para a rodoviária de Candiota

Por solicitação da Câmara de vereadores, em parceria com o executivo municipal, foi realizada na sede do DAER em Porto Alegre, no dia 16 de março, uma reunião com o Diretor de Transportes Rodoviários, Saul Marques Sastre, com a participação dos vereadores Juliano Corrêa(PMDB), João Couto(PT), prefeito municipal, Luis Carlos Folador e ainda o responsável pelo terminal rodoviário de Candiota, Amilcar Loguércio, com objetivo de encaminhar uma solução definitiva para estrutura da rodoviária de Candiota.
O Vereador João Couto apresentou um relatório completo onde consta a precariedade do local que atende a comunidade de Candiota, principalmente os banheiros.
Em um acordo de ambas as partes, ficou definido que até o dia 01 de julho de 2011, serão construídos novos banheiros, rampas de acesso e será reativado ao setor de encomendas. O vereador Juliano Corrêa cobrou também que a manutenção do novo espaço seja mantida. O Vereador Celso Santos, na s essão ordinária da última segunda-feira(21), sugeriu ainda que fosse incluído no novo pacote de melhorias, a informatização do processo de venda de passagens para garantir aos usuários o lugar no ônibus no ato da compra da passagem.
Caso as reinvindicações não sejam atendidas será iniciado o processo de cancelamento da concessão para atual empresa. 


Fonte: Câmara de Vereadores de Candiota

terça-feira, 22 de março de 2011

Ministério Publico apura denúncia contra concurso de Candiota

O concurso público realizado em fevereiro deste ano para o provimento de vagas na Prefeitura de Candiota teve mais de 2,9 mil inscritos, recorde de procura no município.

O certame, porém, gerou reclamações de alguns candidatos que levantaram diversos documentos e encaminharam denúncia ao Ministério Público Federal. Acusações como favorecimento de candidatos, vazamento de questões, ligação de pessoas do governo na organização do concurso e antecipação providencial das datas das provas fazem parte da denúncia.

Um dos candidatos que encaminhou parte da documentação ao Jornal MINUANO, mas não quis se identificar, pede a remarcação das provas, permitindo que as eventuais irregularidades possam ser corrigidas. “Pedimos que, no mínimo, os prazos sejam prorrogados para que possamos concorrer em pé de igualdade e com justiça com aqueles que são afilhados do poder”, diz ele, referindo-se ao fato de que o conteúdo teria sido adiantado a cargos de confiança e funcionários da Prefeitura.
A pesquisa dos denunciantes sugere irregularidades e ilegalidades em quatro provas aplicadas aos candidatos, como questões iguais aplicadas em dias e horários diferentes, trazendo benefício para quem teve acesso às provas anteriores. As provas com as questões repetidas, também foram encaminhadas ao Ministério Público. Ainda de acordo com os denunciantes, diversas irregularidades também foram diagnosticadas no edital. 

Em contato com a reportagem do Jornal MINUANO, o promotor público André Borba confirmou que as denúncias foram encaminhadas ao Ministério Público. Ele explicou que já foi instaurado um inquérito civil em fevereiro para apurar os fatos. Informações e esclarecimentos já foram solicitados à Prefeitura de Candiota. Borba diz que não há um prazo para a conclusão das investigações, mas que, dentro de 15 dias, informações mais concretas podem ser disponibilizadas.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do município de Candiota que ressaltou que o responsável pelos esclarecimentos em relação ao concurso é somente o secretário de Administração e Finanças e presidente da Comissão de Coordenação do Concurso, José Carlos Granato, que estava em viagem e retorna hoje”.

Fonte e fotos: Jornal Minuano

Usina de Candiota: MPF vai adotar medidas judiciais para romper omissão

O Ministério Público Federal (MPF) estabeleceu, em 9 de fevereiro passado, prazo de 15 dias para que o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) suspendesse as operações do Complexo Termelétrico de Candiota. Para o órgão, a Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), viola, desde 2005, os padrões de emissão de poluentes estabelecidos pelo próprio Ibama. Porém, quase um mês e meio depois, as operações seguem a todo vapor nas Fases A e B da Usina Presidente Médici. 
A procuradora da República no município de Bagé, Paula Schirmer, disse que o órgão deve adotar medidas judiciais para romper esta omissão. Segundo ela, o MPF vai mover, nos próximos dias, ação civil pública ou ainda de improbidade administrativa contra o Ibama. Ela havia afirmado, ainda em fevereiro, que o parecer técnico do próprio Ibama comprovou as irregularidades da Usina, que supera em até 26 vezes os padrões ambientais. Procurado pela reportagem, o Instituto ainda não se manifestou.

O presidente da Eletrobrás CGTEE, Sereno Chaise, esteve em Brasília na semana passada para tratar do assunto. De acordo com a assessoria de comunicação da empresa, o objetivo é tentar licença ambiental, mesmo que o MPF tenha recomendado que o Ibama não emita qualquer tipo de liberação, até que seja atestada a viabilidade ambiental das obras da Fase C. Conforme a CGTEE, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) deve ser assinado, na semana que vem, em conjunto com o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Advocacia Geral da União (AGU).

A Usina Termelétrica Presidente Médici responde por 70% dos R$ 32 milhões arrecadados por ano no município. Além disso, gera energia suficiente para abastecer 1,1 milhão de pessoas e é um dos pilares do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.

Taça dos Campeões de Candiota

Acontece no próximo sábado apartir das 10h da manhã no ginásio municipal de Candiota a Taça dos Campeões com a presença de oito equipes de Candiota e Região.

Estão confirmadas as presenças dos campeões de Candiota, Seva(Campeão da Prata) e Atlético( Bi-Campeão da Ouro), de Pinheiro Machado, Pedras Altas, Bagé e Hulha Negra.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Voce Sabia?

Que os técnicos FEPAM estiveram em Candiota na última quinta-feira vistoriando as obras do Aterro Sanitário da Metade Sul para emissão da licença de operação do empreendimento.

Usina fase “C” de Candiota paralisada

Como é visualmente perceptível, a fase “C” da usina de Candiota, recentemente colocada em operação comercial, no último fim de semana, deixou de funcionar.

O que você acha que aconteceu?

1- Problemas Técnicos ou operacionais(trepidação da turbina, caldeira furada)?
2- Problemas Ambientais(MMA, IBAMA, MPF)?
3- Falta de combustível(Carvão, Calcário ou óleo)?
4- Questão estratégica(O Sistema não está precisando de energia térmica a carvão)?

domingo, 20 de março de 2011

Usina de Candiota é noticia em Brasília

A termelétrica Presidente Médici, do Grupo Eletrobras, representa, ao mesmo tempo, o sustento e o martírio para os moradores da pequena cidade gaúcha de Candiota, de apenas 8,7 mil habitantes, distante 50km da fronteira com o Uruguai. Movida a carvão mineral, explorado a céu aberto, a usina emite materiais particulados (poeira e fumaça) e dióxido de enxofre (SO2) muito acima dos limites máximos estabelecidos pela legislação ambiental. As cinzas lançadas pela chaminé de 200 metros de altura podem ser encontradas nas mesas, em beirais de janelas, tanques, carros estacionados e varais de roupas. Basta passar a mão que aparece uma mancha de cor chumbo. Em setembro do ano passado, análises feitas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) mostraram que as emissões de SO2 estavam oito vezes acima do limite permitido na Fase A (primeira etapa de construção da termelétrica), enquanto as emissões de material particulado superavam em 26 vezes o volume permitido na Fase B, a mais poluente. Diante desses fatos, o Ministério Público Federal recomendou ao Ibama a suspensão do funcionamento da usina, incluindo a Fase C, inaugurada em janeiro.
Chaminé da Fase B em funcionamento na Usina de Candiota, a 1km de distância do centro da cidade: governo deve apresentar uma solução nesta semana

O governo da presidente Dilma Rousseff fez a opção por fontes sujas de energia. Até 2014, último ano de seu mandato, estão previstos investimentos de R$ 20 bilhões em termelétricas, entre empreendimentos já em curso e usinas a serem construídas. Esse montante equivale a 30% dos investimentos em energia elétrica no país, quase a mesma proporção prevista para as hidrelétricas. Serão, ao todo, 109 termelétricas, entre antigas e novas, como consta do Plano Decenal de Energia (PDE), de 2010 a 2019, elaborado pelo Ministério de Minas e Energia (MME). Esse investimento recorde nas térmicas terá um impacto significativo na emissão de poluentes, o que pode comprometer a meta de redução de emissão de CO2, assumida pelo Brasil em nível internacional. Somente as novas termelétricas serão responsáveis por 298 milhões de toneladas do composto, o equivalente a 69% de todas as emissões do setor elétrico até 2019.

As agressões ambientais em Candiota não são recentes. A termelétrica Presidente Médici tem violado sistematicamente, pelo menos desde 2005, os padrões de emissão estabelecidos pelo Ibama, segundo mostram laudos do instituto obtidos pelo Correio. O momento crítico foi observado em setembro de 2009, quando as concentrações de SO2 ultrapassaram em 16 vezes o limite máximo. Apesar desse quadro de descontrole, o próprio Ibama concedeu, em 29 de dezembro do ano passado, no apagar das luzes do governo Luiz Inácio Lula da Silva, a licença de operação para a Fase C de Candiota. Um laudo dos analistas ambientais sustenta que o funcionamento simultâneo das três fases acarretará na “continuidade das violações dos padrões estabelecidos na legislação”. Eles entendem que a CGTEE deveria atender aos limites de emissão nas duas primeiras fases antes da entrada em operação da Fase C, que conta com equipamentos mais modernos.

A companhia informa ter conhecimento das violações ambientais, como demonstra carta enviada pela empresa ao Ibama no fim do ano passado. A companhia afirmou que a recuperação operacional da usina passou a ser primordial, “sob risco de insolvência da empresa”, e que, mesmo tendo “pleno conhecimento das condições ambientais da unidade”, a adequação ambiental “ficou postergada à recuperação operacional”. A empresa acrescentou que a usina se manteve em operação “nessas condições” em “decorrência de contratos de energia firmados anteriormente, os quais compunham a única fonte de receita da Eletrobras CGTEE”.
"De manhã, aparece sempre uma cinza sobre o tanquinho, que é branco" Éder Gonçalves, 48 anos, morador de Candiota

Há também a preocupação quando à possibilidade de que as cinzas da usina estejam chegando ao território uruguaio. Em outubro do ano passado, técnicos do Ibama recomendaram que, diante de denúncias provenientes da região de Melo, no Uruguai, quanto à qualidade do ar, deveria ser acionado o corpo diplomático brasileiro para inserir o programa básico ambiental da usina de Candiota na região norte do país vizinho.

O Ibama afirmou ao Correio que a solução para Candiota está sendo discutida entre a Advocacia-Geral da União (CGU), o Ministério de Minas e Energia, o Ibama e o Ministério do Meio Ambiente, e deverá ser anunciada ainda nesta semana. 

Qualidade do ar
Desde setembro do ano passado a chaminé de 200 metros da Fase C funciona em caráter experimental. Os moradores afirmam que a qualidade do ar continua ruim. “A nova chaminé está poluindo mais que a velha”, afirma Éder Gonçalves, 48 anos, que mora há 20 na cidade. “De manhã, aparece sempre uma cinza sobre o tanquinho, que é branco”, comenta. Ele levou a reportagem até o quintal para mostrar o tanque, que estava com a tampa coberta por um pó fino e escuro. O comerciante Antônio Molin, 58 anos, residente há 30 em Candiota, afirma que as cinzas aumentaram desde setembro. “Já fazem seis meses que estão ajustando, mas não ajustam nada. Se a gente chega em casa e não toma banho, dá coceira no corpo e ardência nos olhos.” 

Os comerciantes, ao contrário dos moradores, dificilmente falam sobre os efeitos da poluição. Temem perder a freguesia dos funcionários da empresa. O prefeito de Candiota, Luís Carlos Folador (PT), afirma que 75% dos empregos da cidade são gerados pela usina. A empresa também é responsável por 75% dos impostos recolhidos pela prefeitura, que tem arrecadação anual de R$ 32 milhões. “A usina é a base de toda a economia do município e da região”, afirma. A CGTEE não se pronunciou até o fechamento desta edição.
Colaborou Vinicius Sassine

PAC
Obra incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a Fase C consumiu R$ 1,3 bilhão e gera 350MW de energia. As três fases juntas produzem 796MW. A Fase A foi inaugurada em 1974 e a Fase B funciona desde 1986. A implantação da Fase C começou em 1981, mas o projeto foi paralisado quatro anos mais tarde. No governo Olívio Dutra (1998-2002), a então secretária de Minas e Energia, Dilma Rousseff, viabilizou a transferência dos equipamentos para o governo federal. A Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE) recebeu da Eletrobras a tarefa de implantar a nova unidade geradora.

Poços de água contaminados
Cláudia Antunes, 34 anos, tem dois filhos e mora há três meses no assentamento Santo Antônio, distante 20km da cidade de Candiota. Ela conta que, muitas vezes, “tem cinzas no ar, tipo uma fumaça”. “O meu marido diz que é da usina. A cinza fica acumulada no fundo dos poços de água.” Instalado numa invasão, na periferia do município, Cláudio Porto, 28, morou vários meses num assentamento distante 47km da cidade. “Dava para sentir a cinza na vegetação e nos arames, que ficam corroídos.” Na vila, os problemas são outros: “O meu filho caçula está tendo irritação na pele. Ele coça e aparecem umas feridinhas. Antes de vir para cá, ele não tinha isso”, acrescenta Cláudio, mostrando as feridas nos braços e na cabeça do menino João Carlos, 4 anos. (LV)



Prefeito faz ameaça contra fechamento de usina
O prefeito de Candiota (RS), Luís Carlos Folador (PT), apresentou resultados do Programa de Vigilância em Saúde Ambiental do governo do estado (Vigiar-RS) para mostrar que não haveria correlação entre as emissões atmosféricas na região e a incidência de doenças do aparelho respiratório, como asma e neoplasia maligna de traqueia, brônquios e pulmões. “Moro aqui há 20 anos e não tenho notícias de pessoas que tenham problemas de saúde por causa da usina. Há duas décadas tivemos problemas de chuva ácida, mas a Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE) controlou a situação.” 

Depois de ler o relatório do Ibama que aponta a emissão de material particulado (poeira e cinzas) em volume 26 vezes acima do permitido pela legislação, Folador respondeu com ameaças: “Tenho que analisar a questão do nosso ponto de vista. Nós moramos aqui. Essa usina é a base da vida das pessoas de Candiota, Hulha Negra, Pinheiro Machado e mais 1 milhão de gaúchos que recebem essa energia. Se tem um problema na Fase B, vamos resolvê-lo. Fechar a usina não é a solução. Não vamos deixar que fechem. Se isso acontecer, vamos fechar a BR-293 em protesto”, afirmou. 

Motivações 
O prefeito afirmou ainda que desconhece as intenções da procuradora Paula Schirmer. “Não sei se essas motivações são políticas. Mas uma coisa eu digo: se ele fechar a usina, vou mandar os 2 mil desempregados do município para a casa dela, para ela sustentar.” Folador acrescentou que a CGTEE teria se comprometido a instalar filtros mais eficientes nas Fases A e B, num prazo de dois anos. Nesse período, as três fases continuariam operando. “Administração pública é isso: é trocar o pneu com o carro andando”, comparou.

Fonte: Correio Braziliense - Lúcio Vaz
Publicação: 15/03/2011 07:05

sábado, 19 de março de 2011

Imagens da maior lua dos últimos 20 anos Lua em Candiota



Sábado terá maior lua cheia dos últimos 20 anos

Neste sábado, a luminosidade e o tamanho da lua chamará atenção no início da noite. O dia 19 de março está marcado no calendário da Nasa como o dia que o satélite mais se aproxima da Terra desde março de 1993. Para completar o fenômeno, a lua será cheia.

O chamado "perigeu lunar" acontece quando a lua passa pelo ponto da órbita mais próximo ao planeta. Segundo a Nasa, o fenômeno denominado de "superlua" é sutil e só é conhecido hoje porque há tecnologia precisa para medir a distância. 

Há uma chance de aproveitar o fenômeno. Os mais curiosos podem olhar a lua no horizonte com objetos como prédios ou árvores na frente dela e terão uma ilusão óptica de que a lua está ainda maior.

No sábado, observadores mais atentos podem olhar o céu de Porto Alegre a partir de 18h21min, quando a lua nasce. No oeste do Rio Grande do Sul, próximo à Uruguaiana, a lua aparece no céu a partir das 18h45min.
Aqui em Candiota a previsão é que a lua possa ser vista apartir das 18:30.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Concurso Público da Prefeitura de Candiota - Lista de classificação FINAL

Saiu a lista final do concurso público da Prefeitura de Candiota, depois de todas as fases e encerrados os prazos recursais para análise de questões das provas objetivas e práticas e as devidas avaliações dos títulos. 

Clique aqui para ver a lista.

SOS São Lourenço ou SOS Candiota?

Tenho visto a ótima mobilização para ajudar as vítimas da enchente em São Lourenço do Sul. Acho muito importante ajudar ao próximo e sempre que possível vou estar pronto para colaborar de alguma forma. Só que vivemos também em Candiota uma situação de emergência. Estive várias vezes na zona rural de Candiota nos últimos meses e presenciei situações desesperadoras. Então concordo plenamente em ajudar as vítimas da enchente em São Lourenço do Sul, mas precisamos pensar também em nossa gente, que apesar das muitas ajudas que tem recebido e do empenho do governo municipal ainda não é o suficiente e estão precisando de muita água.

MPF ainda aguarda posição do Ibama

O Ministério Publico Federal no ultimo dia 01 de março dilatou o prazo ao Ibama para solucionar os problemas referentes as altas emissões de poluição pelo complexo térmico de Candiota. Na terça o prazo encerrou-se e entrei em contato ontem com a assessoria de imprensa do MPF e foi informado que o órgão ainda aguarda um posicionamento do Ibama sobre o assunto.

Candiota e região conhecem fundações de saúde em Canoas e Novo Hamburgo

O prefeito de Candiota Luiz Carlos Folador, acompanhado do secretário de Saúde do município Ancelmo Camillo, da procuradora jurídica Luciane Cruz, do diretor do Hospital Deivid Blanck e do presidente da Câmara Juliano Corrêa, estiveram visitando no início desta semana, fundações de saúde nos municípios de Canoas e Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre. 


O prefeito explicou que o objetivo da viagem foi conhecer as experiências exitosas destes dois locais e que possuem respaldo dos órgãos fiscalizadores, no sentido de buscar uma saída corretamente jurídica para o Hospital de Candiota. Folador lembrou da intervenção necessária que o município fez em 2009 na instituição. “De lá para cá a Prefeitura realizou uma série de melhorias, adquirindo equipamentos e ampliando os serviços, contudo, agora, precisamos fazer uma definição jurídica”, salienta o prefeito.

Desde o período da intervenção que a Prefeitura vem realizando estudos e conversações com órgãos como o Tribunal de Contas do Estado (TCE), Delegações de Prefeituras Municipais (DPM) e Secretaria de Estado da Saúde, com o objetivo de encontrar a melhor saída. Folador destaca que após estas visitas se pode recolher mais informações sobre qual atitude tomar. “Nos próximos estaremos reunidos com os vereadores para também debater o tema e após podermos encaminhar um projeto de lei ao Legislativo com o formato jurídico mais adequado”, destacou ele.

Aproveitando a oportunidade, os municípios de Pinheiro Machado, Hulha Negra e Aceguá também integraram a comitiva, pois possuem quadros semelhantes. De Pinheiro Machado, o prefeito Luiz Fernando Leivas, o secretário de Saúde Nonô Martins e a procuradora Márcia Silva; de Hulha Negra, o vice-prefeito Jaci Coelho (Titi) e o secretário de Saúde Elias Scotto e, de Aceguá o prefeito Gerhard Martens e a secretária de Saúde local.

Candiota recebe trigo da defesa civil

Na terça-feira, 15, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil iniciou a entrega do trigo doado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário para os municípios atingidos pela estiagem. Candiota foi a primeira cidade a receber o carregamento, que será destinado à alimentação animal. O transporte do produto foi supervisionado pelo subchefe estadual de Defesa Civil, major Oscar Luis Moiano. 


Em dois dias, Candiota recebeu 12 carretas de trigo. No total, 2,1 mil toneladas serão repassadas aos produtores rurais do município. O produto está sendo estocado na Fazenda Dona Ainda, próximo à sede da cidade. A distribuição deve iniciar no final da semana. E para receber o trigo, os produtores precisam se inscrever junto à Secretaria de Agropecuária e Agricultura Familiar, localizada na sede do município. 

De acordo com o Secretário de Agropecuária de Candiota, Fabiano Oswald, este trigo deve garantir a produtividade da bacia leiteira do município. “Sem chuva desde outubro, os produtores não tem pastagem. E sem alimento, a produção de leite despenca”, explica Oswald. 

Para Candiota, o transporte de 1,5 mil toneladas será custeado pelo Estado. O restante será pago pelo município. Ao todo, serão transportadas 7,9 mil toneladas de grãos do Armazém da CONAB, em Santa Rosa, para os municípios beneficiados pela Portaria n° 07/2011, do Ministério do Desenvolvimento Social. Além de Candiota, Dom Pedrito, Santana do Livramento, Bagé, Aceguá, Hulha Negra, Piratini, Cerrito, Lavras do Sul, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Pedro Osório e Herval fazem parte do programa.

Opnião do Blog: Muito boa ação. Estive na quarta-feira na região do assentamentos em Candiota e a situação é realmente de calamidade. Simplesmente não há água. Os caminhões que abastecem as casas não estão dando vencimento de entregar água a todas as familias. Os poços, açudes e caixas estão secos. Não há pasto para os animais. Por isso peço, para quem tiver alguma forma de ajudar que a faça, por que pelo jeito chuva tão cedo não dever vir.

quinta-feira, 17 de março de 2011

O PIB e a Educação no Brasil

Por: Taylor Lima 

Semana passada, neste veículo de comunicação, entre outras coisas, discorri sobre riqueza e qualidade de vida. Na mesma esteira, quero pincelar sobre o aumento de investimentos no sistema educacional Brasileiro e a sua qualidade. 

Não raro, somos chamados a reflexões e ações após a concretização dos fatos (olha as usinas atômicas após o terremoto do Japão), mas há coisas que a vida nos ensina com antecedência, como por exemplo, a importância da primeira vez para o futuro de uma pessoa, que poderá marcar positiva ou negativamente por longa existência. 

Passado exato meio século, ainda tenho muito vivo na memória o meu primeiro dia de aula, quando chorava copiosamente e a professora brincava que meus olhos iriam cair. Tive dificuldades de toda ordem, fui reprovado na quarta série e só depois de dois exames de admissão consegui ingressar no ginásio. Com sua compreensão, isso vem ao caso sim! 

Esta semana, fui levar meu caçulinha à escola, era sua primeira vez. Preliminarmente, a tradicional compra de material, banho tomado, roupas e calçados confortáveis e muitíssimos incentivos e motivação dos pais. Cercados de expectativa, lá se vão os três para a Escola Municipal de Educação Infantil Gente Miúda. 

Na frente da escola, muitas princesinhas e reizinhos, acompanhados pelo papai, mamãe ou avós, a espera do tão importante e significado momento. Depois de uma longa e estressante espera na calçada, o portão é aberto e crianças e adultos entram acotovelando-se numa estreita porta. Inevitável, como aconteceu comigo há 50 anos, uma criança chora desesperadamente. Sem mais delongas, a professora “temporária” faltou, uma heróica estagiária ou merendeira ficou com as crianças, e ainda não sei quem vai ser a primeira professora do meu filho. 

Lembro de ter ouvido o ministro da Educação, Fernando Haddad, comemorar o fato de o Brasil estar próximo de investir no setor 6% do PIB (soma das riquezas produzidas no país). Só de 2000 para 2007, o investimento anual por aluno da rede pública passou de R$ 1.574 para R$ 2.335. Em Candiota, historicamente, os valores aplicados na Educação são bem superiores ao mínimo estabelecido por Lei. Consideram-se a excepcional receita do nosso município, podemos assegurar com certeza que problemas e/ou dificuldades na Educação municipal não decorre de falta de dinheiro. 

A questão está em transformar os gastos maiores em melhorias concretas. Nesse sentido, estudos da FGV e pesquisas do Ibope são bússolas para orientar a mudança. 

Especialistas, desses institutos, não apontam a falta de dinheiro, mas a má gestão dos recursos financeiros e humanos como principal causa das mazelas da rede pública de ensino brasileira. E eles dizem mais, e não só eu, que anos letivos costumam começar sem número suficiente de professores. 

Que aluno se motivará se no primeiro dia de aula já não houve quem lhe atendesse ou ensinasse adequadamente? Pior: a resposta a essa deficiência costuma ser dada com uma solução tapa-buraco: a contratação de professores temporários, que, em geral, são transferidos com constância e não criam vínculo com as comunidades escolares. 

Dados do Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) divulgados pelo MEC mostra que 24% dos municípios ficaram abaixo da meta estipulada para 2009. 

Entretanto, para orgulho dos gaúchos, o município de São Valentim aparece na 2ª colocação, com o índice excepcional de 6,2, na faixa da 5ª a 8ª série. Aqui, por importante salientar, conforme dados do IBGE/2008, São Valentim tem um PIB per capita de 12.923,00, menos da metade do PIB de Candiota que é de 30.705,10. 

Para mais um reflexão “Riqueza vs. Qualidade”: você sabia que o Índice de Desenvolvimento da Educação municipal de Candiota, ano base 2009, é inferior aos “Ideb” dos municípios vizinhos e irmãos “pobres” de Aceguá e Hulha Negra! 

Publicado na Coluna Bloco de Notas do jornal A 1ª FOLHA de 17-03-2011

Baile de aniversário de Candiota

Acontece neste domingo, 20, às 15h, no CTG Luiz Chirivino, na sede de Candiota (Dario Lassance), o Baile de Aniversário do Município. A animação é com a Banda Recanto. 

O evento, que é organizado pela Prefeitura e o grupo Saber Viver, além de ter como objetivo proporcionar uma tarde alegre para todos dançarem ao som da boa música, também será um momento de expressar a solidariedade. O ingresso será material escolar (lápis de cor, caderno, estojos, etc). 

Para garantir lugar, é preciso confirmar presença com Rosauria pelos fones (53) 3245-8059 ou 9997-2511.

Festa Campeira de Candiota

No sábado, 19, quando Os Serranos subirem ao palco do caminhódromo da Vila Operária, a solidariedade estenderá a alegria da primeira Festa Campeira de Candiota ao município de São Lourenço do Sul. E o alento virá do público. Por decisão dos organizadores, cada quilo de alimento arrecadado na forma de ingresso será revertido aos atingidos pela enchente que assolou o município na semana passada.

Produtos de higiene também serão aceitos como ingresso, conforme explica a primeira-dama do município, Ana Scholl. “Fraldas, principalmente as geriátricas, constituem produtos essenciais para a população de São Lourenço. Por isso pedimos para que a população dê preferência a este tipo de material”, explica.

Os organizadores esperam receber mais de três mil pessoas. O lonão que abrigará o palco deve ser montado até quinta-feira, 14. No local, de acordo com Maurício Costa, a Associação de Moradores da Vila Operária ainda montará um ponto de vendas de produtos de higiene. “Esperamos receber um grande público, parte de Candiota, parte de municípios vizinhos. E para que ninguém seja impedido de prestigiar o show, decidimos pedir ajuda à Associação, que venderá os produtos a quem por ventura esquecer de levar”, pondera.

Na programação da primeira Festa Campeira de Candiota, que acontece entre os dias 18 e 20 de março, na sede campeira do CTG Batalha do Seival, na Vila Operária, o dia 19 também está reservado para os cavalos Crioulos. Às 18h, as cabanhas Graúna, Mangueirão, Três Lagoas, HB, Fortaleza do Seival e convidados, ofertam equinos no leilão Crioulos da Energia, o primeiro remate promovido por criadores de Candiota.

No dia 20, encerrando a programação, a Festa Campeira entregará uma moto zero-quilômetro aos melhores da categoria Laço Dupla. E para disputar o grande prêmio, os laçadores ainda podem ser inscrever junto ao Sindicato Rural de Candiota, na Vila Operária. Para o Laço Dupla, o custo da inscrição é de R$ 80,00. A inscrição do Laço Guri custa R$ 10,00, a do Laço Capão Gordo (raspadinha), R$ 20,00 a dupla, e a do Laço Taça Cidade, R$ 15,00. A participação na gineteada será viabilizada através de convite.